Autor: Beto Menezes

Por onde eu devo começar para vender online?

Você decidiu que queria empreender/ganhar dinheiro, estudou a ideia durante muito tempo e, finalmente, decidiu que vai começar a vender online. Esse é um grande passo, mas chegou a hora de fazer o planejamento para poder colocar sua proposta em prática. Por tanto, neste artigo, vamos trazer algumas dicas de como vender online.

Antes de começar, vale ressaltar que se programar é fundamental para que você dê início ao negócio próspero, sabendo exatamente como agir em relação  a cada aspecto que empreender exige. Dessa forma você dará cada passo de forma assertiva, o que aumenta as chances de sucesso. 

Defina o que vender e para quem 

As vendas online vêm crescendo cada vez mais no e-commerce, não é por acaso que o primeiro semestre de 2021 atingiu R$ 53,4 bilhões em faturamento. Esse número aponta um crescimento de 31% em relação ao mesmo período de 2020. A partir desses dados, é possível perceber que a competição nas vendas online pode ser acirrada. No entanto, há formas de se destacar entre a concorrência.

Para isso, você precisa vender produtos que atendam as necessidades do seu público-alvo de maneira diferenciada. Alguns segmentos de produtos que mais cresceram nesse primeiro semestre foram:   

  • Casa e decoração: 67%
  • Petshop: 56%
  • Departamento: 37%
  • Alimentos: 34%
  • Esportivo: 14%

Dessa forma, você pode criar estratégias de vendas, marketing e comunicação que atinjam os seus possíveis clientes, baseadas de acordo, como seus gostos, dores, desejos, gêneros e hobbies. 

Escolha os melhores canais de vendas

Uma das principais maneiras de vender online, é escolhendo os canais nos quais você fará isso. É possível vender por redes sociais, marketplaces ou até mesmo criando uma loja virtual própria. E o mais interessante é que não é necessário se limitar em apenas uma das formas. 

Outra estratégia interessante é criar seu site fazendo-o a partir de uma plataforma e-commerce, além de integrá-lo às redes sociais e marketplaces por onde você vende. Assim, você pode gerenciar todos os seus canais de venda em apenas um lugar

Faça um estudo sobre a concorrência

Para empreender, também é necessário analisar a concorrência. Ainda que o seu nicho seja muito específico, há muitas chances de você não ser o único neste segmento.

Por isso, você precisará observar todos os aspectos que puder, desde os preços até a maneira de como a marca concorrente se comunica. Fazendo isso, você pode encontrar formas e ideias para se sobressair no mercado. 

Planeje e invista na divulgação 

Começando o negócio do zero, é importante investir na divulgação para você ganhar espaço e para que as pessoas conheçam a sua loja virtual. Atualmente, há maneiras de direcionar anúncios ao seu público sem precisar gastar para isso. Basta apenas definir as personas e criar campanhas para atingir o seu público-alvo.

Fique tranquilo! 

Depois de fazer todo planejamento sobre como vender online, é hora de começar a colocar a estratégia em prática, porém, é preciso ter calma. Não tem problema começar aos poucos, entregando apenas em uma área mais próxima a você, por exemplo. Dessa forma, você vai evitar dar um passo maior que a perna e começar a entender seus primeiros clientes da melhor forma possível.

Essas foram nossas dicas de como começar a vender online. Passando confiança, no que se refere ao atendimento ou nos prazos de entrega, pode ser um passo, na medida certa, para conquistar mais clientes. 

Marketing Digital na contabilidade: entenda o que realmente funciona

Não importa se você tem um escritório de contabilidade em Brasília ou é um contador freelancer que trabalha em São Paulo: eventualmente você precisará trabalhar com o Marketing na Contabilidade. Afinal de contas, a Publicidade é a melhor maneira de montar uma estratégia estável de captação de novos clientes para garantir que você terá um fluxo constante de renda.

Hoje em dia, existem muitas ferramentas de Marketing na contabilidade. No entanto, nem todas elas dão resultados. Isso porque muitas das estratégias e ferramentas que são usadas no segmento, na verdade, são aprendidas assistindo cursos e aulas na Internet que não diferenciam entre os segmentos da economia. Ou seja, ensinam estratégias indiscriminadamente, sem considerar que aquilo que funciona para um setor pode não trazer resultados para outro.

É importante considerar isso porque o consumidor que compra uma pizza, por exemplo, não é o mesmo e nem tem o mesmo processo de decisão daquele que contrata um contador.

Quer aprender como fazer Marketing na Contabilidade do jeito certo? Então siga nossas dicas abaixo!

4 dicas de Marketing na Contabilidade que realmente funcionam

1. Usar o Marketing de Conteúdo

Uma das ferramentas de Marketing que mais traz resultados no setor contábil é o Marketing de Conteúdo. Afinal de contas, as pessoas precisam de muita ajuda sobre tributos e impostos no país.

De um lado, as empresas nacionais gastam cerca de 2.000 horas por ano para cuidar de todas as obrigações contábeis que possuem. É muita coisa, muitas regras, muitos detalhes que podem mudar totalmente o resultado do trabalho. Por isso, é normal que empreendedores, especialmente aqueles de menor porte, busquem por apoio na Internet. Os escritórios que produzirem conteúdo poderão atrair esse tipo de persona (que corresponde a 99% do mercado nacional) e fechar mais contratos, tendo uma fonte de renda mais estável.

2. Conhecer mais sobre seus clientes

Escolha um nicho de clientes para trabalhar e descubra tudo o que puder sobre ele. Entender as necessidades de seu público-alvo é uma das coisas mais importantes na administração de seu negócio, e no marketing não é diferente. 

É preciso saber qual a área de atuação de seus clientes, quais as suas principais dificuldades, o que estão buscando, e o que os impedem de conseguirem atingir o objetivo. Essas informações ajudarão a traçar a estratégia de marketing correta para que seu público perceba que a sua empresa, não só compreende as dificuldades que ele está passando, mas que também é capaz de oferecer a solução para os seus problemas.

3. Usar as plataformas corretas

Não existe fórmula pronta quando o assunto é “quais plataformas eu devo usar?”

Atualmente, o maior número de ferramentas de marketing é encontrado no mundo digital. No entanto, isso não quer dizer que você deva usar todas elas. A sua estratégia irá depender do lugar onde você encontrará o nicho de clientes que deseja trabalhar. 

Por exemplo, vamos supor que o seu escritório tem como objetivo trabalhar com empresas renomadas de advocacia com algumas décadas na ativa, e advogados de, no mínimo, 50 anos de idade. Nesta situação, usar a ferramenta Reels ou o próprio Instagram pode ser inútil, e até mesmo prejudicial para sua campanha, já que é uma rede focada para pessoas mais jovens e com outro tipo de linguagem.

Neste caso, o ideal seria buscar estratégias tradicionais, como assessoria de imprensa, anúncios no Google e trabalhar o SEO em seu site para ganhar uma boa reputação.

4. Manter coerência nas ações de marketing

Assim como é importante escolher as plataformas corretas, é necessário também saber o tom correto de suas ações, de acordo com o nicho de trabalho do seu escritório e seu público.

O tom é uma mistura entre o estilo de linguagem usado e o tipo de conteúdo oferecido, e ele é decidido antes mesmo de traçar quais serão as ações de marketing. Por exemplo, se o seu escritório de contabilidade é composto por pessoas jovens, e tem como alvo outras empresas também jovens, é possível adotar um tom leve, divertido e descontraído.

Neste caso, é necessário atentar-se ao perigo: ser descontraído demais, abusar do humor e de gírias pode não ser o melhor caminho para a área de contabilidade, que, por lidar com um setor tão delicado como o financeiro, deve passar o máximo de confiança para o seu cliente. Saiba dosar a leveza e o comprometimento na comunicação com o cliente e ele se sentirá confortável em confiar seus problemas a você.

Essas são as estratégias que mais funcionam no Marketing na Contabilidade. Ao colocá-las em prática, você terá mais chances de conseguir atrair clientes e fechar mais negócios no seu escritório ou em sua atuação profissional freelance. Seja qual for o seu modelo de negócios, será possível atrair mais e mais clientes até atingir a capacidade máxima do seu atendimento.

Gostou do conteúdo? Comente abaixo dizendo quais dessas estratégias você tem mais interesse em usar!

Como fidelizar clientes em seu negócio

Um sonho de qualquer empreendedor que trabalha em seu próprio negócio é garantir a fidelização do consumidor. Afinal, nada melhor que ter um mês cheio de pedidos e clientes satisfeitos. E para isso, fidelizar clientes se tornou muito importante para a sobrevivência dos pequenos empreendimentos.

No entanto, grande parte dos profissionais não sabe como fidelizar clientes. Pensando nisso, resolvemos listar a importância de fazer essa fidelização e dicas para que você se destaque em um mercado saturado de serviços semelhantes, e ajudarão a conquistar os seus objetivos. Acompanhe!

Por que fidelizar clientes é importante?

Hoje, fidelizar clientes é muito mais do que oferecer agrados e um bom atendimento. Trata-se de gerar valor, ter um bom engajamento em suas redes, estreitando o relacionamento com uma comunicação objetiva e transparente. Sempre visando superar as expectativas do cliente.

A fidelização de clientes tem como principal objetivo manter os consumidores que você conquista e sempre adquirir novos. Olhando assim, o processo de fidelização de clientes pode parecer trabalhoso – e de fato é. Mas não veja como uma missão impossível.

Então, se você está procurando formas eficientes de criar e manter clientes fiéis, está no lugar certo.

O que fideliza os clientes?

Para ajudar a entender na prática, listamos abaixo algumas dicas do que faz o cliente se tornar um consumidor fiel do seu negócio. Para ilustrar nosso exeplo, utilizaremos um delivery de lanches.

Evite competições somente pelo preço 

Um dos erros mais comuns nos negócios é tentar garantir a fidelidade do cliente somente abaixando o preço de um produto. Foi-se o tempo em que o consumidor avaliava somente o valor daquele item. Agora, ele busca por um negócio que ofereça uma boa interação desde o primeiro momento. 

Se o cliente está experimentando o seu produto pela primeira vez, tenha um cuidado especial com o atendimento. Além da eficiência, atenda o consumidor com agilidade. A junção desses dois fatores impacta diretamente na avaliação sobre o seu negócio. 

Personalize o marketing do seu delivery 

Outra dica interessante é não ser invasivo na comunicação com o consumidor. Entre em contato com o cliente pelo WhatsApp, redes sociais ou por e-mail somente se ele tiver alguma dúvida sobre o produto ou se acionar a empresa por algum outro motivo. 

Uma pessoa que tem uma característica invasiva pode acabar prejudicando a reputação do estabelecimento. Imagine que o seu negócio resolveu divulgar uma promoção incrível na sexta-feira. 

A oferta consiste em uma pizza com borda recheada que dá direito a uma bebida. Porém, ela não é nova e você já tinha encaminhado a mensagem para um determinado cliente e ele disse que não era fã de bebida alcoólica. Diante desse cenário, você cria um clima bastante desagrável entre a empresa e o consumidor. 

Agora, imagine outra história. Pense que um consumidor sempre pede duas pizzas de marguerita, refrigerante e pizza doce. Quando você conhece os gostos do cliente, fica mais fácil enviar uma oferta que combine com o perfil dele e da sua família. 

Portanto, evite enviar mensagens em massa para diversas pessoas. Quanto mais personalizado for o conteúdo, maiores são as chances de garantir a fidelização do cliente. 

Crie um programa de fidelização 

Existem diversos motivos pelos quais um negócio deve investir em um programa de fidelidade. Esse tipo de ação incentiva os consumidores a adquirir um produto em um único estabelecimento, permite descobrir quais são os seus melhores consumidores, ajuda a reter os consumidores por mais tempo, reduz o custo de captação do cliente, engaja os usuários com mais facilidade, entre outros. 

Ao contrário do que muita gente imagina, não é complicado desenvolver um programa de fidelidade. Você pode oferecer um desconto para o cliente, um brinde a cada cinco pedidos, além da troca por produtos do cardápio ao acumular um determinado número de pontos. 

Para descobrir qual é a melhor oferta para o seu negócio, conheça o comportamento dos seus clientes. Assim, será mais fácil ter sucesso com esse tipo de ação. 

Seja parceiro de uma plataforma completa

Vamos finalizar as nossas dicas falando da importância de integrar o seu negócio com uma plataforma completa, como a Rappi Delivery. Trata-se de uma opção completa que ajuda o empreendedor de ponta a ponta. Por meio dela, você garante agilidade, otimização de tempo, redução de custos e redução de erros. Vale a pena experimentar. 

Após descobrir como fidelizar clientes em seu delivery, siga-nos nas redes sociais e conheça outras orientações que impactam no sucesso do seu negócio.

Scroll to top
Abrir a conversa
1
Fale com um especialista pelo Whatsapp
Olá! 👋
Caso tenha alguma dúvida, fale com um especialista por aqui!