Autor: Guestpost

Quero começar um e-commerce, o que preciso fazer?

Com um mundo em que as pessoas estão cada vez mais conectadas, é normal que boa parte das compras seja feita pela internet. Nesse cenário, vender pela internet se torna uma alternativa cada vez mais interessante.

Se você está pensando em como trabalhar com e-commerce, este post vai trazer um panorama do mercado e algumas dicas para dar os primeiros passos. Está preparado?

O mercado brasileiro

Um estudo realizado pelas empresas eBit e Nielsen mostrou que o faturamento do e-commerce no Brasil aumentou 18% em relação a 2017 no Brasil. 74% dos consumidores preferem comprar online no nosso país.

É o que mostra uma pesquisa do NZN Intelligence, que aponta também que 82% da população brasileira com acesso à internet já adquiriu produtos pela internet.

Uma pesquisa encomendada pelo Google indica ainda que, nos próximos anos, o mercado brasileiro de e-commerce deve continuar com um crescimento de dois dígitos.

Números promissores, não é mesmo?

Se você está animado para trabalhar com e-commerce, preparamos algumas dicas com os primeiros passos, desde o planejamento, até, realmente, colocar a mão na massa para criar seu site. Vamos lá?

1. Escolha que produtos vender

A primeira coisa para quem quer criar uma loja virtual é definir quais produtos serão vendidos. Você deve levar em conta que já existem milhares de lojas virtuais, então precisa se diferenciar.

Portanto, uma dica é escolher um nicho bem específico. Lembre-se que, se você escolher produtos muito genéricos, precisará concorrer com grandes varejistas online.

Então, por exemplo, ao invés de vender produtos de papelaria, você pode se especializar na produção de cadernos com capas personalizadas.

Além disso, é importante trabalhar com artigos sobre os quais você tenha algum conhecimento.

Fica bem mais fácil lidar com algo que você domina e gosta!

2. Saiba para quem vai vender

Você já sabe o que vai vender, agora precisa definir para quem. Quanto melhor você conhecer o público que está tentando atingir, melhores serão suas estratégias. Se você souber o perfil do seu consumidor, vai saber quais são suas dores e como resolvê-las com seu produto.

Por isso, a ideia é criar personas, ou seja, personagens fictícios que seriam seus clientes ideais.

Trace um perfil com idade, sexo, profissão, hábitos, aspirações e desejos. Você deve fazer isso para conseguir identificar melhor a jornada do consumidor.

Isto quer dizer que você vai prever qual o caminho que um usuário fará na internet nos momentos em que procura um produto, conhece sua marca e faz uma aquisição.

Se você tiver tudo isso previsto, fica mais fácil planejar como sua marca vai agir para entrar em contato com esse potencial cliente e, consequentemente, vender mais.

3. Conheça seus concorrentes

Por mais que você se diferencie, é pouco provável que sua marca seja a única do ramo.

Portanto, é importante mapear seus concorrentes e saber como eles estão trabalhando. Dessa forma, você consegue ver o que o mercado já está fazendo, absorver aquilo que é bem recebido pelo público e melhorar o que não está bom. 

Além disso, olhar para a concorrência vai te ajudar a ter uma noção para a precificação dos seus produtos e de como você vai posicionar sua marca no mercado.

Isso significa que você deve estabelecer se vai cobrar mais caro e oferecer um produto ou serviço mais completo que os concorrentes; ou, então, se vai tentar ganhar a clientela com preços mais baixos.

4. Crie seu e-commerce

Agora que você já definiu a estratégia inicial, chegou a hora de criar seu site.

Existem duas formas para que você faça isso: usar uma plataforma de e-commerce ou contratar um desenvolvedor.

Com a plataforma, você vai pagar uma mensalidade e ter um template personalizável para criar sua loja.

Além disso, você terá integração com vários aplicativos de meios de pagamento e de frete.

Já com o desenvolvedor, você terá maior liberdade para personalizar seu e-commerce exatamente como quiser, mas os custos serão mais altos, uma vez que toda a base será criada do zero.

Além disso, toda vez que você precisar fazer uma alteração, precisará da ajuda desse profissional.

Se você está pensando em como trabalhar com e-commerce, também precisa ficar atento a alguns detalhes.

Quando for fazer o cadastro dos produtos, capriche nas descrições e coloque boas fotos.

É assim que seu cliente vai conhecer os artigos, além de os textos sobre os produtos ajudarem no SEO da sua loja virtual.

5. Planeje o marketing digital

Depois de criar sua loja virtual, você precisa pensar em estratégias para que as pessoas a conheçam. O marketing digital é um grande aliado nesse quesito, além de ser financeiramente mais acessível que as ações offline e de permitir que você faça o monitoramento do comportamento das pessoas na internet.

Você pode criar estratégias de anúncios no Google e nas redes sociais, além de criar conteúdo nas suas páginas para atrair mais consumidores.

Mas, lembre-se, monitorar os resultados deve servir para que você possa otimizar suas campanhas!

6. Tenha paciência

Como trabalhar com e-commerce exige, à primeira vista, coisas menos complexas do que abrir outros tipos de negócio, as pessoas tendem a achar que vai ser mais fácil.

Assim como em qualquer outra empresa que você vá criar, o trabalho vai ser intenso!

Pode ser que você comece devagar, mas tenha calma!

Tire seu tempo para entender bem seu mercado e dar cada um dos passos de forma estratégica.

Entenda como sua operação vai funcionar para que você possa ter um crescimento saudável.

Com paciência, disciplina e trabalho duro, seu site vai começar a crescer.

Apesar de o mercado de e-commerces ser competitivo, há diversas oportunidades! O que você está esperando para abrir sua loja virtual?

Victoria Salemi

Victoria Salemi

Editora de Conteúdo na Nuvemshop

O que é Branding e como ele ajuda na reputação da sua marca

O que é Branding? Antes de responder a questão colocada no título deste artigo, quero contar-lhe algo sobre mim: sempre tive fascínio por marcas! Mas não no sentido fútil, de simplesmente usar uma calça de grife para sair desfilando. Isso não. Meu fascínio sempre foi pelo impacto que uma marca pode causar em um indivíduo. […]

Chatbot: Da transformação Digital à Operação ?

Por todos os lados nos corredores de marketing ouvimos bastante sobre a Transformação Digital no mundo dos negócios e a maneira em que ela vem impactando positivamente as empresas ao redor do mundo e o potencial que ela vai gerar nos resultados. Este período exige um grande esforço dos gestores para que possam entender, adaptar […]

Como Escrever Bons Anúncios de Google Ads

Depois de entender formatos, viabilidade e quando investir em campanhas de Google Ads, chegou a hora de estruturar seus anúncios. Durante o processo de estruturação de uma conta de Google Ads passamos por diversas etapas: planejamento e criação da estratégia, setagem da campanha, escolha das palavras-chave (no caso de rede de pesquisa) e… a escrita […]

Lei de proteção de dados brasileira (LGPD) força mudanças no setor de e-commerce

Lei de proteção de dados brasileira (LGPD) força mudanças no setor de e-commerce: como se aproveitar desse processo?

A Importância do Remarketing Google

Um dos temas digitais mais falados é, sem dúvida nenhuma, o remarketing. para podermos começar a entrar nesse debate e entender sua importância, é essencial definirmos tecnicamente essa modalidade de segmentação. Dizemos que o remarketing é o re-impacto de pessoas que estiveram anteriormente no nosso site. Ele visa atingi-las com uma mensagem personalizada ou semi […]

Como aliar sua estratégia de Adwords aos tipos de correspondência de palavra chave

Uma das ferramentas de marketing digital mais utilizadas é o Google Adwords. Essa modalidade de anúncio nos permite impactar o usuário no momento que ele busca por algo no Google e pagar apenas quando os usuários clicarem no nosso anúncio. Apesar da versatilidade e do comodismo de “dialogar” com o usuário através da busca realizada, […]

Por que o WordPress é a melhor plataforma para construir seu site

Embora a maioria das pequenas empresas tenha um site nos dias de hoje, eles geralmente não têm orçamento para contratar um especialista de TI para gerenciar seu site, atualizar conteúdo e remover produtos obsoletos / fora do estoque. Graças à plataforma WordPress, não é mais necessário ter uma grande equipe de TI para administrar seu […]

O que uma agência digital espera de um novo estagiário?

Se você está cursando publicidade e propaganda, marketing, jornalismo ou demais graduações da área de humanas ou até mesmo exatas, e deseja estagiar em uma agência digital, nesse artigo separamos os principais critérios esperados por elas na hora de contratar um novo estagiário. O principal objetivo que uma agência tem ao contratar um estagiário e […]

3 Perguntas que você deve fazer antes de definir seu Plano de Social Media

Para difundir a sua marca nas Redes Sociais e efetivamente conseguir se conectar com seu público, é fundamental contar com um Plano de Social Media que guie seus passos.  Agora, por onde começar a fazer isso? No post de hoje, vou compartilhar três perguntas fundamentais que você deve responder na hora de criar seu plano de social […]

Scroll to top
Abrir a conversa
1
Fale com um especialista pelo Whatsapp
Olá! 👋
Caso tenha alguma dúvida, fale com um especialista por aqui!