Cinco passos essenciais para melhorar a performance do seu e-commerce na internet

Se você já fez o desenvolvimento de e-commerce do seu negócio – ou está pensando em fazer criação de sites SP  –, é hora de saber quais são as melhorias necessárias para potencializar a performance do seu site. 

Devido a pandemia de Covid-19, o varejo passou por uma grande transformação. As lojas tiveram que abaixar as suas portas e, com isso, tiveram que migrar para o online. 

Isso fez com que o comportamento do consumidor também mudasse. Consequentemente, houve um grande aumento de vendas no comércio eletrônico por conta da pandemia

No entanto, ter um e-commerce não significa apenas pensar em gerar vendas online, mas também atrair, conquistar e fidelizar clientes. Afinal, estamos falando de um mercado competitivo e o seu comércio eletrônico precisa se destacar para obter vendas. 

Vale deixar claro que os consumidores estão cada vez mais exigentes na internet. Eles esperam que os sites ofereçam uma experiência online perfeita e, caso isso não aconteça, buscarão por outra loja virtual. 

Mas, então, como você pode garantir a melhoria da performance do seu e-commerce? 

Neste artigo, compartilharemos cinco passos essenciais para acelerar suas estratégias de e-commerce e obter mais vendas! Confira! 

O que fazer para melhorar a performance de comércio eletrônico

Aqui estão alguns dos principais passos que você deve seguir se quiser que o seu e-commerce seja bem-sucedido. 

1. Personalize a experiência de compra

Como já falamos, os consumidores querem encontrar sites que atendam às suas necessidades. Portanto, é fundamental que você tenha um e-commerce que ofereça uma experiência de compra pessoal. Isto é, dedique-se para obter a satisfação dos seus clientes. 

Em uma loja física, o vendedor sabe o que o cliente está vendo e consegue perceber o quanto ele está interessado no produto. Quando se trata do online, você também precisa compreender o que o seu cliente gosta de ver. 

Você pode combinar dados sobre o comportamento do visitante e a automação de marketing. Assim, cada visitante do seu e-commerce terá uma experiência única. 

Essa estratégia pode ser definida e aplicada, por exemplo, oferecendo promoções, ofertas e até mesmo interações sazonais. No entanto, existem algumas questões muito importantes que você deve considerar:

  • Qual página que o visitante está;
  • De onde ele veio. Ou seja, qual é a origem do tráfego (redes sociais, e-mail, tráfego pago, Google, etc.);
  • O número de vezes que acessou o seu site;
  • Valor da compra. 

Hoje em dia, existem diversas ferramentas de automação e análise que podem te ajudar com isso. Por exemplo, a RD Station e a Activecampaign. 

2. Adicione plugins de alta qualidade

A otimização do desempenho do site é crucial para gerar tráfego e converter em suas metas de vendas. Adicionar plugins de alta qualidade são as melhores ferramentas para otimização e criação de sites que você pode começar a usar hoje. 

Os plugins melhoram a funcionalidade do site que pode trazer enormes benefícios para o seu negócio. Porém, usar muitos plugins em um site geralmente são recursos desnecessários. 

Selecione apenas plugins de alta qualidade e evite adicionar plugins com scripts, operações e ativos de conteúdo complexos.

3. Preocupe-se com a velocidade do site

Hoje em dia, as empresas se acostumaram a sites de carregamento rápido. Eles esperam que um site seja rápido porque quando uma página demora mais para carregar, isso afeta diretamente a experiência do cliente e a taxa de conversão. 

De acordo com pesquisadores do Google, os proprietários de sites têm apenas 5 segundos para engajar os usuários antes que eles pensem em abandonar o site. 

O tempo de carregamento da página de 100 milissegundos é aceitável no desempenho da SERP do Google. Se a velocidade de carregamento do seu site for superior a 10 segundos, os visitantes começarão a sentir frustração e provavelmente eles deixarão seu site e não o revisitarão no futuro. 

Em outras palavras, os visitantes do seu e-commerce não gastarão tempo excessivo em sites mais lentos. Os perdedores nesse jogo de sites mais lentos são as empresas de comércio eletrônico que falham em oferecer a seus clientes um site rápido o suficiente e os perdem para sempre.  

4. Pense primeiro nos dispositivos móveis 

Na última década, o uso de dispositivos móveis cresceu significativamente e espera-se que a participação do comércio móvel em todo o comércio eletrônico aumente.

Isso pode ser comprovado pela rápida adoção de novos dispositivos inteligentes e um tamanho de tela cada vez maior que facilita a navegação e a compra online.

Agora, muitos consumidores completam toda a jornada do cliente via celular. Ainda hoje, os consumidores que compram no desktop pesquisam primeiro os produtos no celular.

Claramente, não otimizar seu site de comércio eletrônico para dispositivos móveis pode custar ao seu negócio uma perda de participação de mercado!

Para sua estratégia de comércio eletrônico na temporada de pico de vendas, vale a pena pensar primeiro no celular, não apenas em termos de marketing e vendas, mas também no atendimento ao cliente. 

Este é um passo tão importante para um site ter sucesso na internet que aqui vão mais algumas dicas que você deve considerar aplicar no seu e-commerce. 

Crie seu próprio aplicativo móvel de comércio eletrônico

Com o aumento do consumo móvel, o desenvolvimento de um aplicativo móvel é naturalmente o próximo passo para as empresas de comércio eletrônico – cerca de 66% dos consumidores relatam usar aplicativos de compras mensalmente. 

O benefício dos aplicativos está não apenas em um melhor engajamento e interatividade, mas também em um aumento nas taxas de conversão por meio de notificações push. Eles permitem que você envie novos lançamentos de produtos e ofertas diretamente para o telefone do seu cliente. 

Entretanto, se você já está na onda do comércio eletrônico, pense em melhorar ainda mais a experiência do usuário. Você oferece chat online no aplicativo? Os clientes podem fazer compras no aplicativo porque ele está vinculado ao seu site?

Certifique-se de que o seu aplicativo funciona bem e que oferece a melhor experiência possível aos seus usuários (potenciais e atuais clientes). 

Integre aplicativos de mensagens instantâneas

89% dos consumidores usam aplicativos de mensagens todos os meses. Portanto, oferecer suporte e até vendas adicionais por meio de aplicativos de mensagens pode ser a melhor maneira de alcançar seu público-alvo e aumentar a receita.  

Para uma experiência e eficiência perfeitas, certifique-se de poder integrar aplicativos de mensagens como Facebook Messenger ou WhatsApp em suas plataformas existentes, antes de realmente implementar mais canais em seu mix. 

Dessa forma, os clientes podem usar seu canal preferido enquanto seus agentes de atendimento ao cliente podem monitorar e lidar com todas as interações com os clientes em um só lugar.

5. Otimização de SEO

Por fim, mas não menos importante, você deve se preocupar em aplicar as técnicas de SEO no seu comércio eletrônico. 

A estratégia de SEO é crucial para o sucesso de um site. Isso garantirá que ele funcione exatamente de acordo com as diretrizes do mecanismo de pesquisa, atraindo mais tráfego e obtendo mais oportunidades para converter clientes em potencial. 

Dito isso, analise os dados do site para verificar como as pessoas estão encontrando o seu e-commerce. Procure páginas que obtenham mais tráfego e mais conversões. 

Ferramentas como o Google Analytics e o Google Search Console ajudam você a ter uma visão clara dos relatórios de comportamento do usuário, taxa de rejeição, número de sessões e muito mais.

Escolher as palavras-chave de SEO certas pode ajudar seu site a ter uma melhor classificação no ranking do Google. Ferramentas como Ahrefs e SEMrush ajudam você a encontrar palavras-chave relacionadas ao seu negócio e nicho. 

Use essas ferramentas para encontrar palavras-chave de cauda longa que se encaixem na intenção do usuário. 

Antes de decidir sobre as palavras-chave, não se esqueça de criar conteúdo rico em valor. O comprimento do conteúdo não é tudo. Fornecer informações exclusivas é essencial para obter uma classificação mais alta.

O SEO na página é um fator essencial para otimizar o desempenho do seu site ao criar um site comercial. Trabalhe em títulos de páginas, subtítulos, slugs de URL e metatags. 

Da mesma forma, para otimização fora da página, use guest blogging, atividade de mídia social, marketing de influenciadores e menções à marca para melhorar o desempenho do seu site.

Conclusão

Se você ainda não tem um e-commerce, mas está pensando em ter, saiba que este é um ótimo momento para fazer isso. Já que as pessoas estão mais acostumadas a fazerem compras online. 

Agora, se você já tem um comércio eletrônico, está na hora de revisá-lo e ver o que pode ser otimizado para melhorar a sua performance na internet.

Tenha em mente que se os seus potenciais clientes não encontrarem o seu e-commerce ou não tiverem uma boa experiência ao acessá-lo, eles simplesmente irão embora do seu site. 

Neste artigo, citamos alguns passos importantes que você deve considerar seguir se deseja ter um e-commerce de sucesso

Receba conteúdos exclusivos sobre Marketing Digital em seu e-mail!

Previous Post

Whatsapp: como usar esse aliado na sua régua de relacionamento?

Next Post

Principais técnicas de Marketing Digital para começar a investir no seu e-commerce

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to top
Abrir a conversa
1
Fale com um especialista pelo Whatsapp
Olá! 👋
Caso tenha alguma dúvida, fale com um especialista por aqui!