Como conseguir um estágio – Veja sua carreira como um projeto

Sentir-se preparado para conseguir uma oportunidade de estágio é um dos grandes desafios para os estudantes, pois muitas universidades apesar de fornecerem ótimos conteúdos, não atendem algum requisitos pedidos pelas empresas.

Esse fator faz com que muitos universitários sintam-se incapacitados para o mercado e muitas vezes isso gera um sentimento de dúvida brutal se escolheu a carreira certa ou se está no caminho certo.

Todo profissional passa por uma fase parecida.

Entretanto, essa dúvida e esse medo que devem ser o combustível para estudar mais, arrumar formas não convencionais de ganhar conhecimento prático e continuar correndo atrás.

Se tem uma lição que ficou da época de estágio foi que esse era o tempo perfeito para aprender coisas novas, decidir a minha área de atuação e principalmente, não ter medo.

Se formos olhar ao pé da letra, a principal função do estágio é:

A função do estágio é oferecer, aos aprendizes, o conhecimento prático das funções profissionais.

Genericamente, pode também caracterizar um período de treinamento dentro das empresas, oferecido a indivíduos sem mediação de instituições de ensino.

Eu, por exemplo, estagiei em 3 áreas diferentes completamente diferentes do mundo do Marketing Digital. Apesar disso, cada uma colaborou muito para o meu aprendizado e decisão de rumo para o Marketing Digital.

Então, arrisque-se, estude e acompanhe profissionais de mercado.

Nunca foi tão fácil ter acesso a profissionais de mercado e conteúdo de qualidade.

Trate a carreira como um projeto de marketing digital com objetivos e metas a serem alcançadas.

Se você está no início ou no meio da faculdade e se interessa por uma vaga de estágio em Marketing Digital, esse post é para você.

Qual é a nossa visão de como está o mercado

como está o mercado de marketing digital

O mercado, principalmente o do Rio de Janeiro passa por um período de transição (boa parte do país acompanha esse movimento).

Devido a crise, muitas empresas estão deixando de contratar, contratando aos montes (algumas bem e muitas outras não) ou buscando estagiários com skills de dono de empresa.

Desconfiem desse último caso

Todo esse processo de erros e acertos faz parte da mudança.

O avanço tecnológico e ferramental de marketing está muito acelerado e isso vem impactando diretamente as estruturas de equipe e de trabalho das empresas.

As que possuem um planejamento mínimo, conseguem adequar as posições.

As que não possuem, não sabem o que exigir. Portanto, optam sempre pelo jedi dos estagiários ou pelo cara que sabe tudo.

Então como conseguir um estágio em Marketing Digital?

Tendo em mente esses pontos, trace alguns objetivos e metas para você.

Pode parecer difícil demais escolher um rumo, afinal de contas, é tudo tão novo, não é?

Provavelmente você desejará aprender tudo.

Se esse for o seu caso, comece criando um ranking das áreas que você acredita que tem mais afinidade e que gostaria de alguma oportunidade de aprender sobre.

Ao finalizar esse ranking, busque aprender um pouco mais sobre os assuntos.

Use o Google para procurar blogs e portais sobre os assuntos que deseja e a busca do LinkedIn para encontrar profissionais atuantes.

Tudo o que ler, aplique em você com o objetivo de chegar na vaga.

Mexa-se, porque nada cai do céu!

Leia também:

➡️ Como realizar buscas avançadas no Google?

➡️ O que são canais de Marketing Digital?

➡️ Fundamentos do Marketing Digital

Está curtindo o post?

O que acha de assinar a nossa newsletter e receber todo conteúdo aqui do blog por e-mail?

Veja a vaga como um projeto

visão de projeto

Começou a ler blogs, acompanhar profissionais no LinkedIn e viu que um deles divulgou uma vaga ou acredita que pode colaborar com alguma empresa?

Transforme a vaga em projeto.

Planeje, crie tarefas relacionadas e as execute.

Pode ter certeza que essa abordagem lhe trará muito mais experiência até que em alguns estágios.

Afinal de contas, você aplicará conhecimentos de Marketing Digital para conseguir uma oportunidade de estágio.

Estude a empresa

Se deseja trabalhar em alguma empresa que pensa diferente (inova, arrisca), não faça o padrão de enviar o mesmo currículo que enviou para todas as vagas de estágio que viu.

Se a empresa age de forma diferente, o mínimo que você deve imaginar é que ela deseja pessoas com a mesma linha de pensamento.

Então mesmo que não tenha experiência profissional, estude a empresa:

  • Olhe as redes sociais dela;
  • Olhe a estrutura do site;
  • Cadastre-se para receber e-mail dela;
  • Associe as ações de Marketing da empresa com o conhecimento adquirido em suas leituras e conversas com profissionais de mercado;
  • Pense em como você pode ajudar a empresa a ter melhores resultados (mesmo não tendo experiência, visão externa sempre ajuda).

Conecte-se com pessoas da empresa

Se você deseja trabalhar em um empresa, tente entender o que quem trabalha lá esta antenado, quais cursos o pessoal fez, etc.

Se tratando de um estágio, você pode ser bem franco ao solicitar o convite via LinkedIn (preferencialmente).

Porém, tenha em mente que nem todo mundo vai aceitar o seu convite.

Você pode tentar um convite da seguinte maneira:

Olá, [Nome da Pessoa]!

Sou estudante de [área] e admiro muito a atuação da [Nome da empresa].

Como ainda estou em busca de experiência, poderia lhe adicionar para pedir algumas dicas de leitura e cursos?

Obrigado,

[Nome]

O convite sendo aceito, pronto, você já quebrou um gelo.

Além das dicas que irá receber, você também poderá validar seus estudos (enviando esporadicamente alguns insights).

Os insights sendo aceitos, pode ter certeza que em algum momento você será chamado para conversar.

Tente descobrir quem é o decisor da vaga que pretende se candidatar

Ao iniciar um processo seletivo, tento no primeiro contato entender qual o nome da área que irá trabalhar e a estrutura da equipe.

Com esses dados em mãos, poderá usar o LinkedIn e o Google para saber mais sobre a área e as pessoas e para contextualizar seu discurso.

Monte o seu pitch

O pitch será o seu discurso / linha de raciocínio caso seja chamado para a entrevista.

Além de levar em conta suas características pessoais, considere os pontos abaixo e os vincule ao seu objetivo.

O que você pode agregar para a empresa?

Esse é o momento de transformar o estudo que fez sobre a empresa em argumentos para a sua conversa.

Use períodos teste de ferramentas que possam fornecer dados que julgue relevantes para a conversa.

Não precisa imprimir as coisas para levar, porém se coloque à disposição para enviar os relatórios que fez para o decisor.

Isso pode ser uma bela ação de boas vindas! (melhor que ter o contato do RH, é ter o contato do seu possível gestor)

Dá trabalho? Sim!

Entretanto você será extremamente estratégico no seu argumento.

O que você espera aprender?

Deixe claro para o entrevistador seus pontos fortes e o que você gostaria de melhorar com a oportunidade que está pleiteando.

Destaque pontos positivos da empresa (ações que estudou, profissionais que lá trabalham, etc) que acredite que irão colaborar com o seu aprendizado.

Está curtindo o post?

O que acha de assinar a nossa newsletter e receber todo conteúdo aqui do blog por e-mail?

Como é isso na prática?

como conseguir um estágio em marketing

Em nossos cursos, valorizamos a prática, o ferramental, mas valorizamos também as chamadas Soft Skills, que são totalmente ligadas a pessoas, emocional e gestão.

Ou seja, zero ligação com ferramentas!

Esse tipo de habilidade ajuda demais em diversas situações corriqueiras e situações complicadas também.

Nesse sentido, vamos compartilhar um exemplo prático desse mindset.

Arthur Napoleão, que foi nosso aluno no curso de marketing digital aplicou 100% desses pontos e conseguiu sua recolocação no mercado em uma posição que está em amplo crescimento: a posição de growth hacker.

O que ele fez?

Ao longo do curso, ele já tinha demonstrado total interesse em aprofundar seu conhecimento em SEO e Mídia. A partir daí, ele começou a participar de grupos no Facebook, LikedIn e também passou a acompanhar diversos sites / blogs e profissionais da área.

Em um dos grupos que participava, uma pessoa falou sobre a vaga e as atribuições dela.

Por mais que ele não se considera-se seguro para participar do processo, fez diferente:

  • Montou uma análise prévia de SEO do site e identificou melhorias;
  • Acompanhou notícias do mercado ao qual a empresa atua;
  • Descobriu quem seriam seus possíveis colegas de trabalho e os monitorou (o que estudam, o que curtem, etc);
  • Entendeu ao máximo com o RH as etapas do processo para quele ele pudesse se planejar bem;
  • Alinhou todo o seu estudo de acordo com o que viu de ações de Marketing da empresa;
  • Planejou o seu discurso e foi para a guerra;
  • No fim impressionou todos pela profundidade de estudo e insights fornecidos e foi escolhido para a vaga.

Deseja trocar uma ideia com ele para entender melhor? Basta adicioná-lo no LinkedIn.

Conclusão

 Tudo depende de você!

Muitos se deixam levar pelo burburinho “Aaah, o país está em crise!” ou “o Brasil alcançou a taxa xpto de desemprego”. Foque na resolução dos seus projetos.

Até nas épocas de vacas gordas o mercado é complicado.

Ele nunca é simples mas para virar o jogo, você tem que correr atrás.

Já dizia o ditado: Mar calmo nunca fez bom marinheiro.

Deixe um comentário com sua opinião, compartilhe o post com algum amigo que possa usufruir desse conteúdo e vamos para dentro! Nada de desânimo!

Sobre o Autor

Formado em Publicidade e com MBA em Gestão de Projeto. Possui sólida experiência em Marketing Digital e é especialista em SEO. Além disso é co-fundador da Search Lab e fundador do Marketagem.

Deixe um comentário 0 comentários