Como montar um mix de Marketing Digital

Já ouviu falar alguma vez nos famosos 4Ps do Marketing? Produto, Praça, Preço e Promoção são os componentes do tradicional composto de Marketing. E por isso foram adaptados para a realidade do online. 

Quer saber como montar um mix de Marketing Digital usando esses 4 conceitos básicos na prática? Então fica ligado neste post porque você vai aprender o passo a passo de forma simples e prática. Confere só!

O que é mix de Marketing

Também conhecido como Composto de Marketing, o modelo mais popular foi criado por Jerome McCarthy, na década 60, e até hoje é aplicado. 

Mas, precisou ser atualizado para poder continuar norteando um eficaz plano de Marketing Digital, em pleno século XXI, embora a base não tenha mudado tanto. 

Hoje em dia é possível encontrar diferentes modelos de mix de marketing como os do 7Ps e 8Ps. 

Porém, o fato é que independente do composto de marketing que sua empresa vai adotar, o mais importante é ele estar bem estruturado. Isso porque assim será possível obter sucesso com ele.  

Modelo 4Ps

  • Produto: reúne pontos básicos como elaboração de política de garantia, identidade visual única, análise da concorrência e até mesmo ações para fortalecimento da marca. E tudo precisa ser fundamentado em dados de mercado.  
  • Preço: são as formas de pagamento, parcelamentos, além de descontos e prazos. Ou seja, as principais vantagens que o consumidor terá na transação ao adquirir seu produto ou serviço.
  • Praça: são os pontos de venda como loja virtual, loja física, marketplace, call center, etc. E inclui ainda toda a gestão de logística, distribuição e armazenamento.
  • Promoção: são as maneiras que o produto ou serviço será promovido. Portanto engloba tradicionalmente Publicidade e Propaganda, Trade Marketing e Relações Públicas. Mas, hoje em dia com as novas tecnologias e o Marketing Digital, esse P inclui até Redes Sociais.  

Modelo 7Ps

Adicionou aos tradicionais 4 Ps (produto, preço, praça e promoção) mais 3 Ps importantes: 

  • Physical Evidence: traduzido como evidências físicas, engloba desde a identidade visual consistente ao bom atendimento. Do site com boa navegabilidade e design até o ambiente físico da empresa ( ex: imóvel que expressa a cultura organizacional, equipamentos que refletem a modernidade da marca, etc,).
  • People: a humanização do Marketing é algo cada vez mais praticado e esse P tem tudo a ver com isso. Isso porque é sobre pessoas da empresa. Quem são os colaboradores e quais suas habilidades e/ou expertises que podem ajudar os consumidores. 
  • Partner: a gestão de parcerias por meio de um bom relacionamento com os fornecedores e a constante busca por novas parcerias estratégica são os principais exemplos desse P. 

Modelo 8Ps

Assim como os 7Ps, o modelo de mix de marketing com 8Ps mantém os 4Ps básicos (produto, preço, praça e promoção).Porém, inclui mais 4 Ps:

  • Pessoas: os colaboradores que são as pessoas da empresa (capital humano).
  • Processo: relacionado ao P de produto, é sobre os procedimentos realizados para uma produção efetiva. Ou seja, metodologias usadas pela empresa e fluxos que resultam em melhor experiência do usuário.  
  • Posicionamento: engloba o Physical Evidence do modelo 7Ps (identidade visual da marca, ambiente físico, site, bom atendimento, etc.) e associa à estratégia de posicionamento no mercado ( produtos baratos produzidos em larga escala? Ou produtos diferenciados com valor agregado e preço mais alto? Além de as atitudes para se aproximar do target, etc.  
  • Performance: é como a empresa mensura qualidade e produtividade por meio de KPIs e métricas. Ou seja, serve para garantir o sucesso da marca com base em metas e objetivos que são acompanhados e avaliados. Serve para entender como ocorre o sucesso do seu produto no mercado (as vendas foram por causa de uma promoção ou as pessoas enxergam valor agregado? )  

Como montar um mix de marketing digital: confira o passo a passo 

Como você pode perceber, em todos os modelos de composto de marketing. os 4 Ps tradicionais estavam lá. Então iremos focar neles. Confira como fazer na prática:

Produto

É o que sua empresa vai entregar para o cliente em forma de mercadoria ou serviço. Portanto para lançar um bom produto, é preciso ter definido bem claramente como ele vai melhorar a vida do seu público-alvo. 

Além de características mais detalhadas como design, nome, modo de usar e até mesmo o conceito dele. Então antes da produção do protótipo, é necessário responder algumas perguntas como:

  • Para quem é o produto? 
  • Quais buyer personas ele atende?
  • Como o produto resolve a dor da persona? Como isso acontece?
  • O que faz de diferente da concorrência?
  • Como é o produto (branding, visual)?

Preço

Mais do que a definição do valor monetário que seu serviço ou produto é comercializado no mercado, o preço no mix de marketing também tem a ver com o custo de produção, definição do preço da mercadoria, políticas de descontos e parcelamentos.

E até mesmo valor agregado e poder da marca ( ex: pode cobrar mais porque a marca é associada a status? Ou  ela é conhecida por seus preços baixos?). Então antes de estruturar esse P, a dica é responder algumas perguntas básicas como:

  • Qual é o custo de produção do produto?
  • O quão importante é o aspecto financeiro para seu perfil de cliente? 
  • A persona olha mais para preço baixo ou valor agregado?
  • Qual é o preço praticado pelos líderes de mercado do seu nicho? Como é o seu preço em comparação a eles? 
  • Qual é o preço praticado pela concorrência direta? Como é o seu preço em comparação a eles?
  • Qual seria o menor valor viável para a venda do produto? ( importante saber para quando for montar preços promocionais)
  • Qual seria o maior valor aceitável pelo mercado (a dica é utilizar pesquisas de Marketing para entender qual é o valor justo de compra para o consumidor) 
  •  Qual é o valor, que mesmo acima do preço da concorrência, seu target pagaria por seu produto?

Praça

É o local em que o cliente encontra o produto para venda. Em vendas presenciais, a praça pode ser uma loja física, um stand em shopping, entre outros. Já em vendas online, pode ser a loja virtual, o marketing place do Facebook ou Mercado Livre e similares ou até mesmo o site da marca.

Além disso, o P de Praça também envolve gestão de estoque, logística e abastecimento de pontos de vendas, entre outros. Para fluir bem, na hora de estruturar essa parte do mix de marketing é indispensável ter alguns pontos em mente como:  

  • Onde sua persona está? Onde ela costuma pesquisar o produto?
  • Como você vai vender o produto?: via e-commerce ou marketplace? Vai usar gateway de pagamento ou a venda será manual?
  • Quais são seus canais de distribuição?: ex: quais canais de Marketing Digital você pode contar?
  • Como os concorrentes vendem o produto deles?
  • Quais canais os concorrentes usam?

Promoção

É a forma de promover seus produtos ou serviços. No Marketing Tradicional, esse P é composto por eventos, publicidade, relações públicas, etc. Já no Mix de Marketing Digital, pode incluir social medias, buscadores (SEO), campanhas de e-mail marketing, entre outros planejamentos para canais digitais.

Dessa forma a jornada do cliente e o funil de Marketing tendo como foco o comportamento das personas do seu negócio costumam nortear a Promoção em um composto de marketing online. Confira algumas respostas necessárias para estruturar bem esse P: 

  • Quais canais serão usados para atrair novos usuários?
  • Quais canais serão usados para converter usuários em leads?
  • Quais canais serão usados para converter leads em possíveis clientes?
  • Quais canais  serão usados para converter possíveis clientes em clientes?
  • De que forma a concorrência se comporta em relação a jornada do cliente? E funil de Marketing / Venda?
  • Qual o período ideal para promover o produto?
  •  Existe sazonalidade? Ou não?

6 dicas para colocar o mix de marketing digital em prática na sua empresa

Analise seu nicho de mercado

O primeiro passo é entender o cenário como um todo. Quais os pontos fracos e fortes do seu segmento atualmente e os da sua empresa e também da concorrência.

Para isso, é preciso pesquisar bastante e analisar o resultado do que tem sido feito por você, pelo concorrente e também o comportamento dos consumidores (receberam bem o novo produto?; fizeram críticas ou elogiaram?, etc.). 

Olho vivo na concorrência

  • Quais os produtos ou serviços estrelas dos seus principais concorrentes?
  • E os lançamentos? Como foram realizados e recebidos pelo público-alvo? 
  • Quais ações de Marketing Digital eles estão realizando atualmente?
  • Estão trazendo bons resultados para o concorrente?
  • Como sua empresa poderia fazer ainda melhor?
  • Como a estratégia do concorrente pode trazer insights para seu negócio?

Determine perfis de clientes ideais para sua empresa

Antes de desenvolver um mix de Marketing Digital, é necessário entender muito seu target. O  que engloba clientes atuais e possíveis consumidores. 

Com base em pesquisas com dados reais sobre a realidade da sua empresa, é possível traçar os clientes ideais. Ou seja, as personas para quem você irá desenvolver o produto e se comunicar para vendê-lo ou gerar mais leads.  

Crie buyer personas 

Para construir as personas de Marketing Digital, é necessário humanizar dados de seus clientes reais e prospects para criar segmentações que permitam ações de Marketing e Comunicação mais efetivas.

Então, por exemplo, se seu público-alvo é mulheres de 25 a 70 anos, donas de casa de classe média, você terá que criar diferentes personas para poder personalizar a comunicação e o relacionamento. Ou seja, obter melhores resultados usando a segmentação ao seu favor. 

Dentro do target citado acima, por meio de pesquisas de persona, é possível construir algumas distintas como: 

  • Dona Maria, 65 anos, aposentada. É vaidosa. Adora comprar cosméticos e o salão de beleza é mais do que um lugar para se cuidar, é como uma visita a amigas. 
  • Fernanda, 38 anos. Não é muito fã de salão de beleza e centros de estética, mas costuma frequentar, uma vez por semana, porque precisa manter uma boa aparência principalmente por questões profissionais. Gosta de ser atendida pontualmente porque não tem tempo a perder. 
  • Jéssica, 15 anos. Sempre vai com a mãe ao salão de beleza e centros de estética porque acha divertido o programa em si e também porque adora rituais de beleza e se sentir mais bonita com eles. E por aí vai…

Uma ótima dica para facilitar a construção de personas, é baixar o Kit Persona Marketagem que está disponível na nossa Página de Materiais Gratuitos. Nele você encontra as principais perguntas para criar personas e muito mais.  

Defina um objetivo claro para nortear o composto de Marketing

O que sua empresa quer alcançar exatamente com o investimento no mix de marketing digital? 

Aumentar as vendas online, por exemplo, é o principal resultado que os e-commerces querem atingir. 

Mas, pode não ser o foco de empresas que oferecem serviços e usam estratégias de Inbound Marketing para criar ações de acordo com cada etapa da jornada do cliente. E assim realizar vendas na hora certa.   

Nesse caso, o crescimento a base de contatos (leads) para o setor de vendas entrar em ação, no fundo do funil, costuma ser o principal objetivo de Marketing Digital. Mas, até chegar nesse ponto, várias conversões precisaram ocorrer antes. 

Portanto para o composto de marketing trazer bons resultados, a dica é entender qual resultado seu negócio pretende. Dessa forma é possível nortear a estratégia e as ações  de maneira mais assertiva.

Trace uma estratégia de Marketing Digital 

Para isso, é necessário analisar dados do seu negócio, da concorrência e do público-alvo. Dessa forma você entende melhor as necessidades do seu target e descobre como anda seu nicho de mercado.  O que permite traçar a estratégia mais assertiva que precisa estar documentada em um plano de Marketing Digital.

Vale lembrar que para saber se ela está realmente dando certo, é indispensável que você estabeleça KPIs e métricas para acompanhar as ações que serão desenvolvidas em cada P do mix de marketing. 

Além disso, é preciso também destinar budget para cada um. E planejar como alocar os recursos em cada canal de Marketing Digital e nas diferentes ações. 

Principais canais de Marketing Digital

Integrantes do P Promoção do mix de marketing no digital, esses canais equivalem aos tradicionais TV, eventos, publicidade, etc. E podem complementá-los se sua estratégia incluir canais offline. O que é mais comum ocorrer em empresas grandes que têm budgets altos para Marketing. 

Portanto as ações nos diferentes canais digitais precisam estar bem alinhadas entre si. E elas servem principalmente para promover seu produto, serviço ou marca trazendo pessoas para sua praça (que pode ser loja virtual, site institucional, etc.)  

  • Social Medias: são as ações coordenadas de marketing realizadas em redes sociais como Facebook, Instagram, LinkedIn etc. E precisam estar planejadas com base em metas e no objetivo. 
  • E-mail: são as campanhas de Marketing Digital realizadas via correio eletrônico seja para vender diretamente por meio de cartas de vendas online e anúncios (Outbound Marketing) ou apenas para estreitar relacionamento com os leads como uma preparação para vendas Inbound futuras. 
  • Busca orgânica: engloba as estratégia de SEO porque são as ações de Marketing Digital para buscadores com foco em aumentar tráfego orgânico e awareness (consciência da marca). Ou seja, que vem da parte orgânica das páginas de resultados de pesquisa (SERP) do Google, Bing, etc. 
  • Mídia Paga: diz respeito aos links patrocinados nos motores de busca, redes sociais, e-mails, etc. O foco é aumentar tráfego pago e o conhecimento de ofertas da sua marca .  
  • Referral Traffic: é o canal de Marketing Digital que está relacionado às ações de Link Building porque utiliza backlinks em sites de terceiros para aumentar o tráfego e ampliar a consciência da marca ou informar sobre produtos ou serviços.
  • Tráfego direto: é quando o internauta digita o site da sua empresa direto na barra de navegação. Ou seja, requer um conhecimento prévio da sua marca, produtos ou serviços para isso. 

Faça plano de Marketing Digital para cada canal, mas com total alinhamento entre eles

Depois que você traçou a estratégia mais assertiva de acordo com o objetivo que sua empresa pretende alcançar, é hora de planejar ações coordenadas para atingir metas. Por isso uma dica importante para o mix de Marketing Digital trazer resultados é ter foco e planejamento.

Portanto uma campanha no Instagram, por exemplo, precisa ser planejada para aumentar o engajamento e fortalecer a marca. Com o intuito de aumentar o tráfego para o site e assim crescer o número de conversões e leads nele. Caso o objetivo do Marketing Digital seja aumentar a quantidade de leads. 

Isso porque toda meta de cada canal precisa encaixar uma na outra para formar o objetivo desejado pela empresa. 

Metas e ações dos 4Ps do mix de marketing precisam estar alinhadas

O foco no mesmo objetivo deve ocorrer também em cada um dos 4 Ps do mix de marketing. E para isso, é necessário o alinhamento total na estratégia de Marketing Digital. Para entender melhor na prática, confira o exemplo abaixo:  

Imagine uma pizzaria na Black Friday. A pizza napolitana (produto) está 60% OFF (preço) em todas as unidades da rede (praça). Essa mesma informação precisa estar anunciada no Facebook e igualmente em  todas as redes sociais (promoção) e nos canais offline (se houver).

Dessa forma o mix de marketing está alinhado e a comunicação consistente. O que evita, por exemplo, que alguém chegue na pizzaria e reclame que viu no Instagram 50% OFF, mas no outdoor era 70%. E assim você tenha um desgaste com o cliente e precise dar o desconto maior por puro desalinho nas ações de marketing.

Conclusão

O mix de Marketing Digital é indispensável para atingir bons resultados. Basta ter um objetivo claro e conseguir alinhar produto, praça, preço e promoção em uma mesma estratégia. E esse mesmo alinhamento precisa se estender aos canais online e offline da empresa.

Mas, o primeiro passo para usar o composto de Marketing ao seu favor é analisar o mercado, conhecer seu público-alvo e estudar a concorrência. E, claro, depois montar uma estratégia eficaz embasada em dados. E documentá-la em um plano de Marketing Digital assertivo e consistente.

Vale lembrar que, independente do modelo de composto de marketing você escolher, vai funcionar bem se você o estruturá-lo de maneira eficaz.

Quer aprender mais sobre Marketing Digital? Então acompanhe o blog Marketagem e assine nossa newsletter para receber nossas novidades por e-mail (posts, vídeos, entre outros). 

Receba conteúdos exclusivos sobre Marketing Digital em seu e-mail!

Previous Post

Como uma consultoria de Marketing Digital ajuda na sobrevivência e digitalização de negócios locais

Next Post

Como descobrir se o conteúdo está otimizado para SEO

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to top