Telefone:
(21) 3620-8232

Como usar o Google Analytics para investir em Marketing Digital

Como distribuir o budget entre os canais de Marketing Digital da melhor maneira possível? 

Quer saber como fazer? Acompanhe nosso post até o final porque você vai entender o que precisa ser configurado e avaliado no Google Analytics para investir na medida certa em cada canal. Ou então assista o vídeo abaixo para aprender como investir em Marketing Digital usando o Google Analytics. 

Definir objetivos é o primeiro passo

Quando uma empresa realiza o planejamento de Marketing Digital, ela toma como base os objetivos do setor (que de preferência devem estar alinhados aos do negócio).

A partir daí, esses objetivos devem ser quebrados em metas que se tornarão tarefas e serão organizadas em um cronograma para entrarem na fila de execução.

Aqui no Marketagem, por exemplo, usamos o Trello. Mas, assim como as metodologias ágeis variam de empresa para empresa, a forma de montar o cronograma de tarefas e gerenciar o tempo também pode mudar.  

Só depois disso tudo é que o Google Analytics (GA) entra no processo para garantir a mensuração. Dessa forma os gestores e/ou outros profissionais responsáveis conseguem analisar a performance de cada canal de marketing da empresa. 

Metas e objetivos não são sinônimos

Aumentar vendas é um exemplo de objetivo (ou seja, está ligado à estratégia) enquanto aumentar vendas em 30% em 4 meses já seria uma meta (que tem a ver com táticas).

Como transformar objetivo em metas no GA? No vídeo abaixo, eu explico os tipos de metas que podem ser configuradas na ferramenta de análise do Google e como funciona essa parte do planejamento de Marketing Digital.

A importância de configurar as metas no Google Analytics 

Após determinar seu objetivo, é hora de cadastrar as metas desejadas na ferramenta. Isso porque são elas que vão indicar quando as atividades configuradas foram concluídas pelo internauta em seu site. 

Então ao configurar metas no GA, você permite que a ferramenta gere métricas importantes como Taxa de Conversão e Conversão (quantidade de metas atingidas) para serem analisadas. 

E com base nelas, você consegue identificar a contribuição de cada uma para os objetivos do negócio (o que é indispensável para todos os tipos de empresas principalmente para as totalmente online como uma loja virtual).

O que é a conversão no Google Analytics?

Conversão: o que é essa métrica do GA

Vale destacar que no Google Analytics, meta atingida é sinônimo de conversão. Ou seja, converter não se limita apenas a quantidade de vendas realizadas no seu site. Pode ser também: 

  • Assinar uma newsletter
  • Baixar um e-book
  • Envio de formulário preenchido
  • Transação realizada no site
  • Dar play em um vídeo

Tipos de metas que podem ser configuradas no GA 

  • Metas de destino: é aquela que você configura para cada vez que alguém chegar a uma página de agradecimento no seu site ser considerado uma conversão). Então por exemplo: assim que se você envia o formulário preenchido para receber a newsletter Marketagem por e-mail é direcionado para nossa página de Obrigado. 
  • Metas de duração da sessão: é aquela que você configura no GA um determinado tempo de navegação em seu site. Então, por exemplo, se você configurou maior que 3 minutos navegando nas páginas, a cada pessoa que ficar 4 minutos ativa, passando de página em página, é considerada uma conversão pela ferramenta. 
  • Página por sessão: é quando você configura no Google Analytics a quantidade de páginas que um usuário precisa acessar em uma sessão no seu site. Ex: o usuário entrou em 4 páginas em uma mesma visita ao seu blog. Se você configurou no GA, maior do que 3 páginas, essa conversão foi realizada.    
  • Meta de evento: é quando você cria um parâmetro para alguma ação do usuário na sua página. Ex: é possível configurar rolagem completa. Então  cada vez que uma pessoa scrollar até o fim da sua página foi obtida essa conversão. Para configurar isso no GA, é preciso criar também tags na ferramenta Tag Manager do Google. 
  • Metas inteligentes: não está disponível para todas as contas de Google Analytics. Mas, quem tem acesso a elas, pode criar metas personalizadas com o nome desejado.
Google Analytics, me ajuda?

Como o GA revela onde investir em Marketing Digital

Analisar o funil multicanal ajuda bastante a descobrir em quais deles você deve investir mais e menos. Isso porque esse recurso do Google Analytics mostra todo o caminho percorrido em suas páginas pela pessoa até a compra como:

  • Quantidade de visitas no seu site
  • Quantidade de metas do GA que foram realizadas antes de efetivar a compra
  • Quantidade de transações feitas desde que virou cliente 

Por exemplo: um consumidor pode ter conhecido sua loja virtual ao pesquisar algo no Google e o blog da sua marca ter respondido. E a partir daí, essa pessoa começou a jornada do cliente. Leu posts, converteu várias vezes (baixando e-books, participando de lives, etc.) até que finalmente realizou a compra. 

Em casos assim, os dados da ferramenta do Google vão indicar alta em métricas de conversão. O que vai fazer você concluir que vale a pena investir em SEO e em Inbound Marketing.

E possivelmente você irá planejar um aumento do budget para os dois no próximo quarter. E com o aumento do investimento em otimização para buscadores, você poderá reduzir um pouco o custo com Publicidade Online (Ads).   

Uma outra forma de chegar a dados que irão ajudar é comparar segmentos de usuários (ex: comparar usuários que chegaram ao site através do orgânico e converteram VS usuários que chegaram ao site através do orgânico e converteram).

Conclusão

Configurar metas no GA permite que métricas de conversão possam ser analisadas na ferramenta. Além disso, os funis multicanais do Google Analytics mostram como cada canal de Marketing Digital contribui para os resultados da sua empresa. 

Para você conseguir direcionar seus investimentos em Marketing Digital, da melhor maneira possível, é só analisar esses dados periodicamente. 

Mas, lembre-se: as decisões de aumentar e diminuir os budgets de cada canal precisam ser tomadas levando em conta também o objetivo do negócio e as estratégias adotadas. 

Quer entender mais sobre análise de dados? Continue acompanhando o blog Marketagem. Aproveite e assine nossa newsletter para receber os novos posts em primeira mão. 

Victor Baptista

Fundador do Marketagem

Receba conteúdos exclusivos sobre Marketing Digital em seu e-mail!

Previous Post

Métricas de Instagram e outras dicas sobre a rede social queridinha dos jovens brasileiros

Next Post

Benefícios de ter um blog

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to top