Conheça os diferentes tipos de sites e entenda qual é o mais recomendado para sua empresa

Alguns modelos como o site institucional são simples, mas possibilitam começar um trabalho de Marketing Digital e SEO

Criar o site da empresa é uma necessidade nos dias de hoje. Mas, você já sabe qual tipo de website pode agregar mais aos objetivos do seu negócio? 

Para facilitar a vida de quem planeja ter suas próprias páginas na internet, além das redes sociais, é importante saber qual o melhor modelo, no seu caso específico, antes da criação do website.

Quer entender um pouco mais sobre sites? Então acompanhe esse post Marketagem até o fim porque você vai conhecer os principais tipos e para quais objetivos são recomendados.

Principais tipos de site 

Site institucional: primeiro passo para ser encontrado no Google

Normalmente é considerado o cartão de visita da marca no meio digital e uma espécie de vitrine de produtos ou serviços da organização. É constituído basicamente das páginas mais importantes para o negócio como:

  • Homepage 
  • Quem Somos
  • O que fazemos (serviços/ produtos)
  • Clientes
  • Contato

Além disso, um site institucional ainda pode ter geolocalização e atendimento online.

Mas, mesmo sendo um modelo simples, o site profissional de uma empresa pode ser uma ferramenta poderosa de comunicação e aquisição. Isso porque com base nessas páginas é possível aumentar a base de contato (leads), facilitar a segmentação do público-alvo,  além de criar um novo ponto de contato com a marca. E, claro, passar mais credibilidade ao seu target.  

Vale lembrar que um bom site institucional costuma ser construído em plataformas que oferecem mais recursos para que ele seja o mais personalizado possível. O que agrega à comunicação visual da marca. E também permite que o trabalho de SEO (otimização de sites para buscadores como o Google) seja realizado.  

Ou seja, é o primeiro passo para sua empresa ser encontrada no Google já que um site pessoal, por exemplo, não tem recursos suficientes para permitir que a otimização de site para buscadores seja realizada.

Exemplo de site institucional é simples, mas permite começar trabalhar Marketing Digital e SEO

Site institucional com blog é fundamental para trabalhar Inbound Marketing

Esse tipo de website é uma evolução do site institucional porque além de ter os recursos que ele possui, permite que o blog seja uma categoria do menu. 

Assim como o modelo mais simples, o site profissional com blog costuma ser construído em  WordPress.com que é o criador de sites mais usado do mundo (38% dos websites são construídos com ele).

Isso porque essa plataforma de código aberto viabiliza a inserção de plugins gratuitos e pagos que conseguem deixar o site mais leve. O que resulta em melhor experiência de usuário nas páginas e colabora bastante com a otimização das páginas para buscadores (SEO).

Sem contar que facilita as estratégias de Marketing Digital principalmente as de Inbound Marketing (Marketing de Atração). Ou seja, é uma ótima opção para quem quer fortalecer a marca e ainda ajudar nas vendas online. 

 Exemplo de site institucional com blog permite trabalhar Inbound Marketing

Blog da marca: repositório de conteúdo da sua empresa

Nos primórdios da internet eram páginas pessoais que equivaliam a um diário online. Mas, com o passar dos anos, o avanço das tecnologias e a popularização da internet, as estratégias de  blogs da marca começaram a fazer parte do cotidiano dos internautas.

Isso porque as empresas começaram a entender que investir na produção de conteúdo traz muitos benefícios que resultam no fortalecimento da marca. Afinal, é cada vez mais comum as pessoas decobrirem empresas online ao encontrarem a resposta que procuravam no Google no blog institucional delas. 

Portanto a estratégia de blog costuma ser mais focada na atração de visitantes com o objetivo de ampliar a consciência da marca (awareness) e transformá-los em leads que normalmente são nutridos por email-marketing com a ajuda de outros canais de Marketing Digital.

Vale lembrar que visitantes podem se tornar leads quando realizam ações no site. No caso do blog, a assinatura de newsletter é um exemplo. O que é muito importante porque é um passo aidante na jornada do cliente e um aprofundamento no funil de Marketing Digital ( sai do topo para  o meio).

Ou seja, o blog quando  é planejado e produzido alinhando diferentes estratégias como de SEO, Redes Sociais, Email Marketing, Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo costuma trazer melhores resultados para a empresa ao longo prazo.

Site one page:  ótima opção para quem quer começar um site pessoal

É um tipo de site que é mais básico do que o website institucional sem blog. Além de oferecer um menu com poucas categorias, ao clicar nele, o usuário vê a tela se deslocar para a parte da página que tem o conteúdo desejado. 

Ou seja, um menu com muitos botões deixaria o usuário incomodado com o deslocamento tão longo. Exemplos famosos de sites one page são os construídos com a plataforma Wix

Vale destacar que eles são ótimos para sites pessoais principalmente para quem tem o intuito de mostrar os tipos de serviços que oferece (de preferência poucos), portfólio leve e informações de contato. E complementar isso com a presença digital nas redes sociais como LinkedIn, Facebook e Instagram.

Isso porque o site one page trava com muita quantidade de arquivos. O que provoca lentidão e erros sendo péssimo para empresas por menor que elas sejam. 

Exemplo de site pessoal no Vix

Loja virtual: muitos recursos, mas não tão fácil de usar

Também conhecidos como sites de venda, elas estão em plataformas de ecommerces. Ou seja, são um capítulo à parte. Isso porque têm a capacidade de suportar muitas informações como: 

  • Arquivos pesados (imagens, vídeos, textos, etc,)
  • Pagamento online e segurança das informações
  • Atendimento eletrônico/ chatbots
  • Cadastramento de grandes volumes de produto
  • Recursos para facilitar gestão de estoque
  • Árvore de categorias (arquitetura da informação)
  • Algumas plataformas de ecommerce têm recursos avançados de SEO (otimização do site para buscadores como o Google) como, por exemplo, a Tray que é bem simples de usar nesse quesito.
  • Entre outros recursos indispensáveis para quem tem uma loja virtual

Portanto sites de venda são recomendados para ecommerces diversos. Lojas virtuais de médio porte, por exemplo, costumam usar plataformas como Loja Integrada enquanto as maiores VTEX, entre outras.  

Sendo que essa escolha da melhor plataforma varia porque marcas grandes normalmente precisam de mais recursos. 

Marketplace: para quem pretende vender online associando sua marca a de terceiros

Também conhecidos como shopping virtual, o marketplace permite que empresas locais ou pequenos negócios realizem vendas online em nome de uma grande marca forte. 

Exemplos clássicos de Marketplace são Americanas.com que tem um portfólio de produtos online muito mais variado do que o das lojas físicas. Isso é possível porque no site há também ofertas de produtos de terceiros. O que é informado principalmente na hora da compra já que aparece o nome do parceiro que vai enviar a mercadoria para você.

Diferente das plataformas ecommerce, os marketplaces têm estratégias próprias de otimização de páginas como SEO para lojas de aplicativos dos smartphones que é chamado de ASO (App Search Optimization), entre outras estratégias.

Com a crise da Covid-19, muitas lojas físicas recorreram aos marketplaces e redes sociais, em um primeiro momento, para continuar faturando por meio de vendas online. Mas, o passo seguinte normalmente é criar um site próprio para vender mais enquanto fortalece a marca. 

Exemplo de marketplace

Conclusão

Existem diferentes tipos de sites. Alguns com mais recursos e outros mais limitados. Porém, a escolha mais acertada vai depender do seu objetivo do website. 

Para quem pretende investir em Marketing Digital, é a dica é optar por um modelo de site institucional em WordPress (de preferência com blog, mas também é possível começar os trabalhos sem o repositório de conteúdo da marca).  

Isso porque por meio do website é possível reunir informações importantes sobre a empresa para que as pessoas saibam que ela exista, desenvolvam mais confiança e entre em contato com você para pedir orçamento ou fechar negócio

 

Receba conteúdos exclusivos sobre Marketing Digital em seu e-mail!

Previous Post

O que você deve saber antes de criar o site profissional da sua empresa

Next Post

Empreendedorismo digital: é possível começar com um site simples

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to top
Abrir a conversa
1
Fale com um especialista pelo Whatsapp
Olá! 👋
Caso tenha alguma dúvida, fale com um especialista por aqui!