6 cuidados ao enviar uma campanha de E-mail Marketing

campanha de e-mail marketing

Muitos podem pensar que o envio de uma campanha de e-mail marketing é bem simples e que não é necessário o uso de uma ferramenta de envio mas é aí que mora o maior erro de todos

Quando se trata de uma campanha de e-mail marketing, seja ela para uma base de 100 ou 1000000 usuários, falamos com pessoas e para isso, TODO CUIDADO É POUCO.

Até os mais experientes profissionais de marketing sofrem um leve frio na barriga no lançamento de uma grande campanha.

Um pequeno erro de segmentação, mensagem ou qualquer outra coisa pode levar a uma má impressão e até mesmo ao cancelamento de seus clientes em sua listas.

Por isso, sempre se pergunte: Está realmente tudo OK? O conteúdo está redondo? A lista está correta? A segmentação está certinha?

São muitos itens que devemos prestar atenção antes de soltar uma campanha de e-mail marketing. Para isso preparamos esse posta com 06 cuidados que devemos ter ao lançar uma campanha de e-mail marketing.

1 – Configuração correta da ferramenta de envio

Toda pessoa tem identidade e CPF, correto?

Para enviar uma campanha através de alguma ferramenta de envio não é diferente. Você precisa ter a identidade e o CPF do seu domínio.

Analogias de lado… Você precisa configurar o SPF e o DKIM para que os provedores consigam autenticar o seu domínio na hora do envio. Caso contrário, em questão de alguns envios o seu domínio estará em alguma blacklist.

Em ambos os casos, a configuração é feita no DNS do seu domínio (isso pode ser feito diretamente pelo cPanel ou através de um chamado com o seu provedor de hospedagem).

Não importa a ferramenta, o processo sempre será o mesmo.

Veja abaixo como são as instruções do Mailchimp.

Autenticação de campanha de e-mail marketing

2 – Origem da Lista

Ao mesmo que vemos empresas obtendo excelentes resultados usando e-mail como ferramenta de relacionamento e venda, vemos outras empresas enviando campanhas de e-mail marketing como se não houvesse amanhã com resultados não tão interessantes.

Esse problema faz com que elas tenham que intensificar esforços em outros canais de marketing digital para a conta de resultados no fim do mês fechar.

Isso acontece principalmente por falta de controle das origens das listas. Os assinantes (usuários que fazem parte de uma lista) podem vir de diversos pontos de contato, coo landing pages, blog, eventos presenciais ou contatos pessoais.

Por mais que todos tenham avisado “Ok, quero receber e-mail da sua empresa”, cada um entrou na base em um momento de sua jornada de compra.

Por isso, não espere o mesmo comportamento de todos.

Alguns estão mais propensos a reagirem bem a e-mails promocionais, outros não. Alguns estão mais propensos a e-mails com atualizações de conteúdo.

cuidado nas campanhasNão é porque sou um e-Commerce que devo somente enviar e-mails focados em venda.

Toda base de e-mails necessita de muita atenção, afinal de contas são pessoas e não robôs.

3 – Tipos de campanha que serão enviados

Como dito no ponto anterior, para cada etapa da jornada existem tipos de campanhas diferentes.

Isso é essencial para que você não fique repetitivo ou chato com os envios.

Pense em um ciclo de vida completo de um cliente:

  • Leitor de conteúdo
  • Consumidor de materiais gratuitos
  • Abordou o setor comercial
  • Comprou
  • Etc

A partir daí, imagina forma de se comunicar com ele em cada estágio e formas de sinalizar em seu banco de dados quando ele está em cada estágio.

Isso já fará com que você tenha várias ideias de campanhas mais voltadas para distribuição de conteúdo, outras para venda.

Agora entenda as possibilidades de segmentação da ferramenta de envio de campanhas de e-mail marketing e mão à obra!

4 – Frequência de envio

Qual é a frequência ideal de envio de campanhas é uma dúvida comum entre novos e profissionais experientes.

A grande sacada é que não existe receita de bolo!

Cada base de dados tem um comportamento diferente ao receber muitos ou poucos envios.

Cabe a nós, profissionais de Marketing Digital, testar e chegar na frequência ideal.

Uma boa prática é sempre deixar claro para o usuário quantos e-mails ele poderá receber por semana ou até fornecer para a ele a opção de escolha do volume de e-mails recebidos por mês.

Ao receber um novo assinante aqui do blog, utilizamos um e-mail de boas vindas informando os tipos de e-mail que serão enviados daqui para frente e quantidade máxima.

template de boas vindas

5 – Linguagem

O conteúdo e a forma como ele é desenvolvido são aspectos essenciais para o sucesso de uma campanha de e-mail marketing.

Uma peça de e-mail deve ser enviada de pessoa para pessoa e deve ter um conteúdo na mesma linha.

Ela não deve ser tratada como uma vitrine, com uma linguagem agressiva ou diferente da utilizada com o público.

Abaixo segue um exemplo real de uma peça que teve uma troca de abordagem e gerou constrangimento em alguns usuários.

e-mail

Entretanto, vale lembrar que toda a estratégia deve ser pautada na jornada do usuário. Com isso, em determinados casos a linguagem será mais comercial.

6 – Resultados

Quando falamos de resultados em e-mail marketing, a primeira coisa quem na cabeça é:

  • Taxa de entrega
  • Taxa de abertura
  • Taxa de clique
  • Taxa de conversão

Ainda assim, existem outros pontos que ajudam na melhoria de resultados em campanhas de e-mail.

Um deles é sempre manter a base higienizada. Como assim?

Nem sempre a base responde aos e-mails a vida inteira, isso é normal. Considere uma janela de pelo menos 30 dias desde a última interação como um critério de atividade. Utilize a mesma ideia para criar um critério de inatividade e um critério de inativação.

Sabemos que boa parte das ferramentas de envio ou tem seus preços concentrados no tamanho da base ou na quantidade. Portanto não há porque enviar e-mails para pessoas que não respondem.

Tente entender delas o porque disso acontecer. Se mesmo assim nada for resolvido, diminua a frequência de envios até parar de enviar (mediante um aviso de que ele não irá mais receber e-mails).

Conclusão

Por mais que ao receber boas campanhas de e-mail venha na mente “Nossa, que texto bacana e peça simples. É mole de replicar isso.”, vimos que uma boa campanha de e-mail marketing depende de diversos fatores.

Se você ficou com alguma dúvida ou acredita que tenha algum cuidado que deva ser enfatizado nesse post, deixe seu comentário.

Agora, se você quer aprender na prática a enviar campanhas de e-mail marketing usando a Ferramenta Mailchimp, uma das mais usadas do mercado, conheça o nosso curso Mais Email, menos SPAM! Ele é ideal para quem pretende enviar campanhas para empresa de pequeno e médio porte.

Sobre o Autor

Formado em Publicidade e com MBA em Gestão de Projeto. Possui sólida experiência em Marketing Digital e é especialista em SEO. Além disso é co-fundador da Search Lab e fundador do Marketagem.

Deixe um comentário 0 comentários