O que aprendemos no Workshop

Na quarta-feira, dia 13/06, tivemos a oportunidade de participar do Workshop oferecido pelo Marketagem sobre o uso das redes sociais por pequenas e grandes empresas e saímos de lá inspirados.

Eles conseguiram transmitir o conteúdo de modo direto, interessante e participativo.

workshop marketagem

Não pareceu que estávamos numa aula em que as falas estavam sendo avaliadas. A abordagem utilizada foi leve e incentivou a interação entre nós e os profissionais.

Sendo grandes fãs de interação, ficamos muito satisfeitos quanto a abordagem do workshop, porque sempre queríamos entender o lado do aluno jovem e de ingresso recente na faculdade em todas as questões, estando sempre dispostos a responder qualquer dúvida que surgisse.

A primeira coisa que nos disseram, como um conselho, no começo do nosso primeiro workshop foi: sejam curiosos. A partir disso, buscamos aprender e extrair o máximo do momento, desde dicas obtidas por experiências já vividas por eles, até ensinamentos de como lidar com um problema de diversas maneiras, algo muito exigido na área de Marketing.

O que vimos do Marketagem

A essência do Marketagem é repassar conhecimento com uma frente de ensino focada em contribuir para a formação de novos profissionais para o mercado de Marketing Digital.

Os cursos têm temáticas atuais e inseridas no mercado de trabalho, como a Maratona de Mídias Sociais e de Adwords.

Assim, nós, futuros profissionais, temos a oportunidade de aprender técnicas e entrar em contato diretamente com ferramentas que serão fundamentais para a nossa carreira.

Uso de redes sociais pelas empresas

redes sociais

De volta ao tema do workshop, o Victor abriu o diálogo perguntando para que, em nosso ponto de vista, as marcas utilizam as redes sociais.

As respostas foram “para construir a imagem delas”, “para se divulgarem” e “para atingir um público maior e se aproximar dele”.

Em seguida, analisamos a página do Facebook de uma marca de bebidas, que estava com campanhas relacionadas à Copa do Mundo, sem focar diretamente na promoção do produto.

 

Como o Marketagem usa redes sociais

Em paralelo à isso, representando as marcas pequenas, escolhemos observar a página do Marketagem, também no Facebook.

Diferentemente da outra marca, percebemos que o posicionamento deles é focado no produto, apresentando uma forma mais direta de se conectar ao cliente.

Na empresa grande fica uma imagem de aproximação com o cliente, enquanto na empresa pequena, a capa vincula uma imagem de qualidade e superioridade quanto a outras empresas do mesmo ramo.

Divergências no conteúdo

As postagens também diferem quanto ao conteúdo, por exemplo, na rede social da marca de bebidas, o foco é desenvolver postagens buscando engajamento do público, seja com curtidas, comentários ou compartilhamentos.

Já no Marketagem, as postagens se resumem a anunciar os produtos e promoções.

Desse modo, concluímos que o objetivo de grandes empresas sempre foi buscar um método de vender cada vez mais, porém, quando se trata de mercado on-line, tal propósito se torna complexo, uma vez que a função das redes sociais é trocar ideias e informações, e não um canal de vendas direto.

Assim, as pequenas e médias empresas utilizam-se das redes sociais como um canal de comunicação, no intuito de criar laços com possíveis clientes, além de aumentar seu potencial de influência no vasto âmbito digital.

Modelos utilizados

Aprendemos que existem dois modelos seguidos por tais empresas na busca de otimizar seu objetivo nas mídias, são eles: o unidirecional e o bidirecional. No unidirecional não há comunicação direta entre a empresa e seu cliente, como ocorre na publicidade pelo Google e no envio de e-mails de marketing.

Já o bidirecional, atualmente o mais explorado, ocorre quando há comunicação entre a empresa e o seu potencial consumidor, ou seja, quando existe a possibilidade do consumidor interagir com a empresa.

Tal modelo ocorre através de blogs e redes sociais como o Instagram, Twitter e Facebook, uma vez que tais redes permitem ao leitor comentar na página da empresa/produto a qual ele pode tornar-se cliente.

As pequenas e médias empresas utilizam-se mais do modelo bidirecional, uma vez que, por não haver muitos (ou nenhum) intermediários, a comunicação  se dá de forma mais rápida.

Além disso, através desse modelo ocorre uma aproximação entre o cliente e a empresa, onde emerge o conceito de fidelização, ou seja, um sentimento de afinidade com o produto e/ou a marca, na qual a qualidade do produto e o atendimento são essenciais para manter tal relação.

O que extraímos do Marketagem

experiencia workshopApesar de termos feitos somente dois workshops (ainda!), podemos perceber a dedicação e o amor que o eles possuem pelo Marketagem, sempre se disponibilizando com os nossos horários restritos por conta da faculdade.

Essa experiência de aprender um pouco mais sobre o real objetivo de uma empresa usar as redes sociais e entender de que forma deve-se fazer isso foi enriquecedor e mudou a nossa visão sobre o assunto.

Antes, achávamos que a empresa grande tem o “modelo” do sucesso, e durante o workshop entendemos que não existe esse modelo, sendo sempre necessário estudar o público e focar no objetivo da empresa para não cometer erros grosseiros, além de alcançar bons resultados.

A oportunidade de poder ir e captar a mensagem dessa empresa é definitivamente uma experiência muito positiva e visionária pra vida, sendo impossível sair de lá sem o desejo de retornar para novos aprendizados.

Escrito por: Luiza Mose, Gabriela Mayall, Gabriel Pires e Nathália Santos.

Sobre o Autor

Esse artigo foi um guest post escrito por um de nossos parceiros especialistas no assunto. Quer ter um conteúdo seu ou da sua empresa aqui no blog? Fale conosco pelo e-mail contato@marketagem.com.br!

Deixe um comentário 0 comentários