Tel: (21) 3620-8232

Bullseye: uma forma simples de iniciar um plano de marketing digital

como montar um plano de marketing digital

Diante de tantas ferramentas e canais de Marketing Digital, facilmente podemos nos perder na hora de começar um planejamento ou um plano de Marketing Digital.

Se você já se perguntou “Por onde começar?”, continue a leitura.

Hoje apresentaremos um método (framework) de trabalho muito utilizado por empresas que tem o Growth Hacking em seu DNA.

Conheçam a metodologia (framework) Bullseye!

Como funciona o Bullseye?

O método foi criado pelo americano Gabriel Weinberg e publicado no livro “Traction”. Foi desenvolvido principalmente para startups e empresas pequenas sem muito orçamento e que precisam crescer rapidamente. No entanto, funciona para qualquer tipo de negócio, pois ele ajuda a responder qual o canal de Marketing proporciona maior crescimento para você.

PS: Bullseye é uma expressão americana e equivale ao “na mosca”, certeiro, “no alvo”.

Como a própria expressão diz, a metodologia é toda pautada em um alvo.

O método é bem simples. Ele é composto de 5 passos, que se executados corretamente, resultarão no resultado esperado (descobrir os melhores canais para atuar).

  • Quais são esses passos?
  • Brainstorming;
  • Ranqueamento;
  • Priorização;
  • Testes;
  • Ataque (adaptação feita por aqui ;p – é o momento onde você focará nos melhores canais).

Dessa forma, pautaremos a nossa ideia de Plano de Marketing Digital no Bullseye.

Por onde começamos o Plano de Marketing Digital?

Para começar a utilizar o método citado acima, a primeira coisa a ser feita é ter um arquivo organizado com as possibilidades  a serem trabalhadas.

Para não complicar tudo, deixo aqui um template (Google Docs) prontinho para ser utilizado. Para baixar, basta utilizar esse link.

Brainstorming

Esta primeira etapa é muito conhecida no meio criativo.

Por mais que a metodologia tenha sido criada para atender empreendedores, ela pode ser facilmente adaptada para um framework de trabalho de Marketing Digital e até mesmo para a realização de trabalhos em grupo na faculdade.

No Brainstorming, os membros do time de Marketing irão expor suas ideias a respeito de cada um dos 19 canais (todos presentes no arquivo disponibilizado acima).

É um momento de troca de ideias, portanto elas não precisam ser extremamente embasadas, mas também não devem ficar no “eu acho”, “eu não gosto”. Uma boa prática para esse momento é olhar para fora. Veja o que seus concorrentes estão fazendo e veja também o que uma empresa completamente fora do seu ramo de atuação está fazendo. Isso poderá ser uma ótima fonte de insights.

A função dessa primeira etapa não é excluir nenhum dos canais, mas apenas conhecê-los melhor e saber como cada um deles é aceito ou não por cada membro do time.

Os canais disponíveis são:

  • Acordos e negociações
  • Assessoria de imprensa
  • Blogs
  • Comunidades
  • Email marketing
  • Engenharia como marketing
  • Eventos offline
  • Jogadas publicitárias
  • Marketing de conteúdo
  • Marketing viral
  • Palestras e apresentações
  • Plataformas existentes
  • Programas de afiliados
  • Publicidade convencional
  • Publicidade social
  • SEM
  • SEO
  • Trade shows
  • Vendas

Uma outra coisa essencial nessa etapa é avaliar algumas questões, como:

  • Qual o custo estimado para aquisição de clientes ou leads?
  • Em quanto tempo é possível averiguar o retorno em um teste?
  • Qual o mínimo que pode ser investido nesse canal?
  • Qual é o risco envolvido no canal?

Caso não tenha as respostas para essas questões, pesquise com fornecedores e com o mercado.

Ranqueamento

Como o próprio nome diz, esse é o momento onde serão ranqueados os canais.

O corte para o ranqueamento serão as respostas e opiniões do time a cerca de cada um dos canais.

Alguns canais parecerão caros, arriscados ou simplesmente “viajantes” demais.

Como o método é todo pautado em alvo, quanto mais fora da realidade o canal for, mais próximo das das extremidades ele ficará.

Da mesma forma que alguns canais serão extremamente fora da realidades, outros serão uma jogada de mestre. Quanto mais simples eles forem de colocar em prática, ou seja, baixo ou 0 risco, mais próximo do centro do alvo eles ficarão.

Certifique-se de não inserir 1 milhão de canais como simples e sem riscos, pois como diz o ditado “quem muito quer, nada tem”.

Tenha no canais 02 canais no meio do alvo. Esses serão os mais promissores na sua visão.

Priorização

Esse é o momento da escolha!

O momento onde serão escolhidos os canais que serão testados. Trabalhe com no máximo três canais.

Mais uma vez a lógica do “Quem muito quer, nada tem” serve.  Essa restrição deve acontecer para não gerar problemas na fase seguinte. Lembrando que bem provavelmente algum recurso (seja ele financeiro ou intelectual) terá que ser investido na fase seguinte.

Além disso, quanto mais canais forem selecionados para a etapa de teste, mais complexo, custoso e complicado de chegar em uma conclusão ele será.

Testes

A principal vantagem do Marketing Digital é o fato de ele ser 100% mensurável. Portanto, não há espaço para achismos.

Os canais que restaram na fase de Priorização serão colocados a prova agora.

Como isso deve acontecer?

Crie testes simples, rápidos e baratos!

Essas experiências devem responder as seguintes questões:

  • Qual foi o investimento necessário para adquirir clientes / leads por meio desse canal?
  • Qual é o tamanho desse canal (quantas pessoas pessoas posso alcançar)?
  • O que imaginei na etapa de brainstorming foi compatível com a realidade? Esse canal tem possibilidade de expansão?
  • O público atingido é realmente o que desejo?

Por mais que sejam testes, todos devem respeitar uma lógico para que não resultem em uma comparação de banana com laranja.

Sendo assim, vamos supor que um dos canais que pretendo testar é SEM (Mídia Online – Links Patrocinados). Se eu investir R$100 em uma determinada plataforma, o teste nas demais plataformas deverão respeitar o mesmo investimento.

Todos esses testes resultaram em resposta perfeitas para o próximo passo do método.

Ataque

Esse é o momento final, onde os machados estão afiados e o terreno conhecido.

O resultado dos testes podem mostrar coisas anteriormente não imaginadas, como um canal ser melhor que outro (sendo que é um canal pouco badalado).

A lógica dessa etapa é muito simples:

  1. Preciso crescer;
  2. Tenho poucos recursos;

Sendo assim, ataque com todas as forças o canal que teve melhor desempenho na etapa de testes.

Conclusão

A chave de tudo é o foco!

Curtiu esse método? Teste a utilização dele e compartilhe aqui seus resultados. Assine a nossa newsletter e receba as postagens, materiais e eventos organizados pelo Marketagem diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

DESEJA APRENDER MARKETING DIGITAL GRATUITAMENTE?

Assine nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo em seu e-mail.

Receba nossas postagens por e-mail

Fechar Menu
Olá visitante. Queremos conhecê-lo antes de continuar a navegação.
Será bem rápido.
Nos diga seu nome e e-mail para que assim possamos estreitar cada vez mais nossa relação :)
Você receberá um e-mail com um pesquisa rápida e a partir de agora receberá todos os post do blog por e-mail.
Muito obrigado!
Fechar