Telefone:
(21) 3620-8232

Primeiros Passos no Marketing Digital

Uma das carreiras que mais chama a atenção de estudantes e empreendedores hoje em dia é o Marketing Digital.

O primeiro pelo leque de oportunidades profissionais que o ramo oferece, que vai de tecnologia a análise de conteúdo. O segundo por ver em suas técnicas, estratégias e ferramentas a chance de alavancar resultados em seu negócio( seja ele grande ou pequeno).

Mas, independente da opção em que você se encontra, um fator é muito importante: saber exatamente do que se trata o Marketing Digital. Os campos, as técnicas e os conhecimentos necessários para alcançar seus objetivos.

Com tantas informações, conceitos, nomes e siglas, pode até ser intimidador para quem nunca teve contato com a área. Porém, não se preocupe porque vamos guiá-lo nessa caminhada, apresentando o tema e explicando seus principais pontos para que você dê seus primeiros passos no Marketing Digital. 

O que é o Marketing Digital?

Não adianta falar de conceitos sem saber o básico, certo? Então vamos definir o que é esse tal Marketing Digital: é o conjunto de estratégias e ações em meios online usado com diferentes objetivos. Entre os principais estão:

  • Fazer a marca/produto/serviço aparecer mais (Awareness);
  • Atrair e gerar leads;
  • Aumentar as vendas de um negócio online (principalmente e-commerce);

Mas essas estratégias não são exclusivas para lojas virtuais. Vale lembrar que aqui no blog do Marketagem falamos recentemente sobre a importância de atrair mais clientes implementando Marketing Digital em lojas físicas.

Com a internet, cada vez mais pessoas migraram seus hábitos de consumo dos dispositivos  tradicionais (rádio e TV) para os dispositivos móveis (smartphones e tablets). Por estarem conectadas boa parte do seu dia, fazem suas compras online e procuram serviços e recomendações.

Portanto é vital para o seu negócio que ele esteja onde seu cliente está. E vários fatores podem influenciar na decisão de compra dele, como amigos e localização. O Marketing Digital atua para diminuir os obstáculos entre marcas e pessoas.

 Marketing Digital não é receita de bolo

Parece um conceito simples, mas pode ser extremamente subjetivo. Vai depender em especial de dois fatores: o negócio e o cliente. A interação com o público que você quer atingir e se seu produto ajuda a sanar a dor dele.

Portanto não há jeito certo de executar as tarefas do Marketing Digital. Há apenas o bom uso de ferramentas e canais dentro do planejamento que você determinar. Além disso, o que trouxe resultado para o seu concorrente não quer dizer que trará para você.

Cada caso é um caso. Cada cliente é uma persona diferente. E, por mais que o objetivo final de um negócio seja gerar lucro, cada negócio tem a sua estratégia para atingi-lo. 

Portanto Marketing Digital não é fácil e exige dedicação e aprendizado. Um bom início pode ser realizar um curso introdutório com profissionais experientes.

Principais termos de Marketing Online

Diversas áreas têm seus jargões e siglas específicas e no Marketing Digital não é diferente. Então preparamos esse rápido glossário explicando alguns dos mais usados no meio:

Persona

É uma representação semi ficcional do seu cliente ideal. A persona serve para nortear a produção de conteúdo de acordo com a jornada do cliente. Ajuda até a identificar as melhores formas de falar com o público que você quer atingir e a entender seus desejos e necessidades. 

Vale a pena usar esse kit para ajudar na construção da sua persona.  Além disso, se você quiser saber mais sobre o tema, a dica é assistir o vídeo abaixo porque explicamos mais detalhadamente sobre Persona e como construir uma. Confira:

Funil de vendas

Também chamado de Funil de Marketing, é o caminho que o usuário faz para se tornar um cliente. Para guiá-lo nessa jornada, é recomendado utilizar estratégias de Marketing de Conteúdo, criação de personas, palavras-chaves, campanhas de e-mail marketing, entre outros.  

Outros termos básicos importantes 

  • Lead: são pessoas que estão chegando ao meio do funil de marketing. Como têm interesse em seu conteúdo e no relacionamento com sua marca, elas deixam informações pessoais ou profissionais (como e-mail ou celular) para receber informações relevantes da sua empresa.
  • Landing Pages: páginas em que os visitantes deixam suas informações normalmente em troca de algum material para download como e-books ou algum serviço gratuito como, por exemplo, uma auditoria em SEO .
  • CTA: do inglês Call To Action, é  uma chamada para ação que pode estar presente em posts ou vídeos. Ex: Quer aprender mais sobre Marketing Digital? Assine nossa newsletter Marketagem para saber das novidades em primeira mão. 
  • E-commerce: sites que realizam vendas online. Ou seja, as lojas virtuais.  
  • SEO: conjunto de técnicas para otimizar seu site para buscadores. O que o torna mais facilmente encontrado na busca orgânica dos mecanismos de busca.

Diferença entre objetivos, metas e KPIs

Está quase na hora de preparar a sua estratégia? Então precisa estar bem estabelecidos objetivos, metas e KPIs. E para isso, você precisa entender que eles não são a mesma coisa. Confira as diferentes  definições:

  • Objetivo: o que você quer alcançar. Ex: aumentar as vendas
  • Meta: é seu objetivo quebrado em diferentes partes. Elas estão relacionadas à quantidade e período de tempo. Ex: Crescer 30% das vendas online em 6 meses. 
  • KPI: Sigla de “Key Performance Indicator”, são indicadores-chave de resultado que revelam se você está atingindo o objetivo proposto. Normalmente são usados principalmente associados às metodologias ágeis. 

Quer entender melhor? Confira nosso vídeo sobre isso:

Veja um exemplo prático

É importante você ter seus objetivos, estratégias, ações e meios digitais muito bem definidos. Vamos mostrar isso em um exemplo prático disso.

Aqui no Marketagem nosso objetivo é muito claro: captar alunos para o Curso de Marketing Digital na Prática. Agora nós vamos traçar toda a nossa estratégia e ações em cima desse plano para no final ver em quais canais é possível atingir as persona do nosso curso de Marketing Digital.

Passo a passo

  1. Estratégia: Criar curso de introdução ao Marketing Digital com valor acessível para os interessados em aprender sobre o tema. Fazer divulgação no Google.
  1. Ações: Criar o curso de Introdução ao Marketing Digital, Investimento em SEO e Google Ads.
  1. Meios digitais: Google Ads e Site. 

 Para atingir os resultados desejados, é importante saber exatamente onde se quer chegar.  Do contrário as ações que você fará serão vazias. Como se você seguisse uma viagem para um lugar que nunca foi e não tivesse um mapa ou indicações para saber se está chegando ou não.

O que são canais de Marketing Digital?

Basicamente os canais de Marketing Digital são os meios em que o público que você quer atingir está. Dessa forma você precisa criar estratégias para se relacionar com ele, atrai-lo e convertê-lo em cliente.

Existem vários, mas você não precisa usar todos. Faça isso de acordo com a sua estratégia. Confira os principais canais de Marketing Digital disponíveis:

Marketing de Conteúdo

Também chamado de Content Marketing, é utilizado para compartilhar informações relevantes que atraiam e ajudem a sanar dúvidas do usuário por meio de conteúdo de alta qualidade. Para isso, distribua seu conteúdo em:

  • Blogs
  • Sites da empresa
  • Redes Sociais 

Feito da maneira correta, o Marketing de Conteúdo pode aumentar as visitas do seu site, trazer autoridade e reconhecimento a sua marca. E se seu produto for muito específico, você pode educar o público para que no futuro ele venha a ser seu cliente.

Um exemplo disso é se o seu produto for um brechó. Você pode produzir conteúdo otimizado, relevante e de alta qualidade ensinando seu público sobre os benefícios da moda sustentável.

Redes Sociais

Um excelente canal para criar interação e aproximação direta com clientes e prospects. As redes sociais fazem uma ponte direta entre público e marca para dialogar, comunicar e influenciar.

Logo, ter uma página nas redes sociais pode contribuir na sua estratégia de várias formas, por exemplo:

  • Promover suas ações e conteúdos
  • Humanizar a marca (mostrando por exemplo seu dia a dia)
  • Gerar engajamento 

Esses fatores ajudam o cliente a se identificar com a sua marca, além de agregar mais valor a ela. Isso porque mostra que você tem mais a oferecer do que só o seu produto (ideais, atitudes e valores). No vídeo abaixo, nosso expert em Redes Sociais explica sobre os 4 pilares do planejamento estratégico de social media. Confira só:

 Já se você busca uma mudança de carreira, a dica é ler nosso post sobre a profissão gerente de redes sociais.

 Quer aprender mais sobre social? Separei mais posts aqui do blog Marketagem sobre o tema:

Devo estar em todas as redes sociais?

Ótima pergunta para quem quer começar a ter presença digital. Isso irá depender exclusivamente de onde o público que você quer atingir mais se concentra. Por exemplo, se você trabalha em um segmento que dependa de um artifício mais visual, como moda, um perfil no Instagram com seus modelos pode ser uma boa.

Afinal, nosso país é o segundo maior usuário da rede. E 35% dos seus usuários são jovens. Atingir esse público pode gerar bons resultados para o seu negócio. Dedicamos um post inteiro para falar de métricas de Instagram e outras dicas sobre a rede social queridinha dos brasileiros;

E no post de Presença nas Redes Sociais falamos mais sobre a importância de ter seu negócio próximo do seu público e como identificar melhor a ideal para você. Não deixe de ler.

SEO

Mas nada desse trabalho adianta se você não puder ser encontrado nos buscadores, não é? E é aí que entram as técnicas de SEO.

SEO vem de Search Engine Optimization (otimização das ferramentas de busca). E como diz o nome, ele trata de fazer melhorias no site para que ele atinja as primeiras posições nos buscadores como o Google por exemplo.

Essa otimização acontece em vários pontos. Pode melhorar a leitura do seu site para os robôs do Google, otimizar conteúdo com palavras-chave, reduzir a velocidade de carregamento do site, colaborar com a usabilidade, entre muitos outros. 

Com tais melhorias, há mais chance de você estar no topo da página de busca.O que aumenta as chances do usuário clicar nos seus links.

Listamos neste post ferramentas do SEO que ajudam no dia a dia para facilitar seu trabalho de melhorar. Não deixe de conferir.

E-Mail Marketing

Automação utilizada para envio de mensagens com fins comerciais para uma lista de contatos autorizados. O E-Mail Marketing é uma poderosa ferramenta, que pode ter o objetivo de:

  • Fortalecer sua marca ou produto;
  • Comunicação com clientes;
  • Iniciar / Guiar o cliente na jornada de compra.
  • Atuar como Newsletter que é uma espécie de jornal informativo para o cliente.

O E-Mail Marketing também é ótimo para segmentar o seu público. Você pode criar listas a partir da receptividade do cliente. Quem está abrindo ou quem está clicando, por exemplo.

Isso permite que você seja mais assertivo em suas campanhas, mandando o material apropriado para o momento da jornada em que esse cliente se encontra.

Mas com grandes poderes, também vem grandes responsabilidades. Veja o que fazer e não fazer em uma campanha e tome cuidado para que você não se torne o chato do e-mail, enchendo a caixa de mensagens do seu público.

Isso é extremamente irritante, e uma das más práticas do e-mail marketing que listamos no nosso post de 6 cuidados para ao enviar uma campanha.

Mídias online

Quando você acessa o Google e vê os primeiros sites como anúncio, já se perguntou de que modo eles estão em posições de tanto destaque? Essa é só uma de algumas formas de como as mídias pagas atuam na internet.

Como o próprio nome sugere, mídias online são ações publicitárias de exposição da sua marca. Mediante um pagamento, você coloca seu veículo em evidência, aparece mais e tem mais chance de aumentar seu tráfego e vendas no seu site.

Esse é um exemplo claro de como a internet revolucionou e barateou serviços que antes eram caros para pequenos empreendedores. Antes esses anúncios eram feitos em forma de comerciais de rádio ou em revistas e jornais.

Hoje as principais e mais influenciadoras fontes de mídias online são o Google Ads e o Facebook Ads. Falamos detalhadamente sobre cada um deles e suas diferenças no blog do Marketagem, não deixe de ler.

Mas tome cuidado. Afinal, investir nessas mídias sem saber como elas funcionam pode esvaziar seu bolso e não trazer resultado algum. Por isso, saiba quando se deve investir em Google Ads e em Facebook Ads e a importância do Remarketing para o Google.

Por que estudar Marketing Digital?

O campo do Marketing Digital vem abrindo enormes possibilidades. Com o avanço da tecnologia, mais áreas surgem para cobrir necessidades que antes nem imaginávamos que viriam a existir.

Estudar Marketing Digital pode ser o fator determinante para uma mudança de carreira ou elevar as possibilidades de ter sucesso no negócio próprio

Cada vez mais pessoas estão online e migram seus afazeres para a internet. Logo o digital tem muito mais presença na jornada de compra de um cliente.

Nós listamos aqui 4 motivos para mostrar que estudar Marketing Digital é fundamental.

Conclusão

Agora você tem o necessário para começar a entrar de cabeça nesse universo viciante. Pode parecer assustador de início, mas continue praticando e você entenderá o processo. Tornando tudo menos complicado.

Mas é só o início. Mantenha-se sempre atualizado e praticando com pequenos testes. Planeje sua estratégia, execute suas ações e mensure os resultados.

Esse post ajudou você a entender um pouco mais sobre o Marketing Digital? Comente suas dúvidas e assine nossa Newsletter para ficar atualizado nas novidades.

Receba conteúdos exclusivos sobre Marketing Digital em seu e-mail!

Previous Post

Como as lojas físicas podem atrair mais cliente com o Marketing Digital

Next Post

5 Autores para aprender Marketing Digital com experts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to top