Telefone:
(21) 3620-8232

UX Writer, Redator Publicitário e Redator Web: Entenda o que faz cada tipo de redator

Quer ser redator profissional ou freelancer?

Mas, fica confuso com os diferentes nomes de cargos que você encontra em sites de emprego e as funções solicitadas.

Não se preocupe porque isso acontece toda hora no mercado. 

Tanto que há empresas que procuram habilidades que não correspondem ao cargo de redator que estão tentando contratar.

Ou seja, esperam de um Redator Web, por exemplo, funções de um Redator Publicitário. 

Por que acontece essa confusão? O motivo é muito simples: existem diferentes tipos de redatores profissionais.

Quer entender a diferença entre eles e o Redator UX? Leia nosso post. Confira:   

Redator Web

Também conhecido como Redator de Conteúdo, o Redator Web tem sido cada vez mais requisitado no mercado por causa das estratégias de Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo.

O que alavancou a produção de textos relevantes e úteis na internet.

Portanto inúmeros posts de blogs de marcas, lojas virtuais ou profissionais liberais costumam ser anonimamente escritos por Redatores Web.

Para isso, há todo um processo complexo que envolve os objetivos de Marketing da empresa que o escritor trabalha ou presta serviço até resultar na produção do conteúdo original.

O que é necessário para ser Redator Web

  • Domínio impecável da Língua Portuguesa
  • Saber usar plataformas para blog, editores de texto, editores de imagem e planilhas
  • Escrita otimizada para SEO
  • Noções de Marketing Digital (com foco em Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo)
  • Noções de Redes Sociais 
  • Conhecimento de um segundo idioma (principalmente inglês) costuma ser um diferencial
  • Saber lidar bem com o anonimato que a profissão normalmente exige

O que faz o Redator Web?

Escreve bem, e de maneira otimizada para SEO, conforme o tom de voz da marca e para os mais variados tipos de personas e nichos.

Por esse motivo, o mercado procura Estagiários de Jornalismo ou Letras e para cargos efetivos principalmente Jornalistas e Letrólogos (ou Beletristas, como preferir!)

Ser Redator de Conteúdo em agência é seu objetivo profissional? A dica então é aprender a escrever para web e ter um portfólio bem diversificado porque você precisará produzir textos para uma grande variedade de segmentos. 

Já se seu objetivo é atuar como Redator Web em E-commerce, a melhor estratégia então é reunir um portfólio rico focado no segmento da marca que você pretende atuar.

Mas, nos dois casos, a produção de conteúdo relevante e útil, de fácil leitura e com técnicas de SEO é o esperado.

Principais atribuições dos Redatores de conteúdo 

  • Escrever textos otimizados para blogs
  • Escrever textos otimizados para e-commerces ou sites institucionais
  • Escrever e-books
  • Escrever releases  

Quanto ganha um Redator de Conteúdo para Web

De acordo com o site Vagas.com, a média salarial do Redator Web no Brasil é R$ 1.800. Mas, isso varia com base na experiência do profissional e da região que trabalha.

O Redator Web Júnior costuma ter o salário de R$ 1.218 enquanto o Redator Web Sênior chega a receber R$ 2.600.  

Já na página da Catho, a média salarial no Brasil divulgada é R$ 2.043,61.

Mas, quem é Redator Freelancer de Conteúdo pode faturar muito mais (ou muito menos) do que isso.

Vai depender de inúmeros fatores que incluem a qualidade do serviço, divulgação, proposta comercial, networking, habilidade de negociação, atendimento, etc. 

Redator publicitário

A criação de conteúdo para campanhas de publicidade offline ou online é a principal função do Redator Publicitário.

Ou seja, é uma profissão bem diferente do Redator Web já que não é para escrever textos informativos para blogs ou lojas virtuais. 

Então foi um Redator Publicitário que escreveu o roteiro da propaganda que você achou legal na TV e também os dos vídeos publicitários presentes nos canais do YouTube.

Sabe aquele outdoor que você viu na rua? O texto também é obra dele (só para dar alguns exemplos). 

O que é necessário para ser profissional de redação publicitária

  • Formação em Publicidade e Propaganda
  • Domínio da Língua Portuguesa para escrever muito bem
  • Noções de Design e Marketing Digital fazem a diferença para quem trabalha em agência ou e-commerce
  • Saber usar plataforma de e-mail marketing pode ser requisito em vagas (isso depende do tipo de empresa que o redator publicitário vai trabalhar)
  • Noções de programas de edição de imagem e vídeo 
  • Psicologia do consumidor e seu comportamento  
  • Conhecimento de ética aplicada à profissão e a legislação relacionada
  • Ser criativo (quem não é de natureza pode se aprimorar com técnicas e exercícios)

 O que faz o Redator Publicitário? 

  • Independente se a campanha publicitária é online ou offline, o Redator Publicitário é responsável pela criação de todo o conceito dela e também pelo conteúdo. Então da ideia ao papel (ou tela, rádio ou monitor), é o profissional de redação publicitária que é responsável por toda produção textual das campanhas de publicidade
  • Divulga e promove serviços, produtos, artistas ou empresas por meio de campanhas de publicidade online ou offline. Portanto a redação publicitária é convencimento para venda por meio da criatividade. Por isso o conteúdo é persuasivo, atraente, com forte apelo visual e usa muitos verbos no imperativo como compre, adquira, garanta, etc. 
  • Na publicidade tradicional, ele trabalha em parceria com o Diretor de Arte formando a famosa Dupla de Criação. Mas, cabe ao Redator Publicitário a criação de conceitos para campanhas publicitárias e a produção dos conteúdos presentes nas peças (das propagandas – textos de spots para rádio, anúncios impressos ou comerciais de TV, etc. – aos folders, flyers, cartazes, e por aí vai..). 
  • Na publicidade online, o Redator Publicitário trabalha em parceria com o Web Designer e continua sendo responsável por criar conceitos e produzir conteúdos publicitários para Youtube, textos em banners, anúncios online,   slogans campanhas de e-mail marketing, entre outras atribuições de acordo com a empresa que atua. 
  • Entende exatamente o que o cliente deseja e entrega, da maneira mais criativa possível, de acordo as necessidades dele  

Quanto ganha um Redator Publicitário

De acordo com o site Tutano Trampos.co, o Redator Publicitário Jr. ganha em início de carreira entre R$ 2000 e R$ 3000.

Os mais experientes podem chegar a receber R$ 8.000 no cargo de Redator Publicitário Sênior. 

Já no site Vagas.com, a média salarial do Redator Publicitário é R$ R$ 2.153,00 enquanto no Catho é R$  R$ 3.145,33 (em todo o Brasil). 

UX Writer (Redator UX)

A escrita UX, também conhecida como UX Writing, está presente em sites, e-commerces e aplicativos para oferecer melhor experiência de usuário.

Então, na prática, o redator que trabalha com User Experience é responsável pela escolha de cada palavra usada nas páginas.  

Para isso, o Redator UX precisa ter conhecimento das informações da empresa sobre User Experience como, por exemplo, em que ponto da página o internauta esteve, mas saiu sem concluir a ação proposta por ela. 

Dessa forma o desafio do UX Writer é (com base em dados, tom de voz da marca e jornada do cliente) utilizar as palavras mais assertivas para que os usuários realizem as ações propostas pela marca.

E isso é bem amplo já que pode ser desde preenchimento de formulários até utilizar um aplicativo de forma correta ou concluir uma compra com sucesso (aí entra também Customer Success – CS).  

O que é necessário para ser UX Writer 

Antes de mais nada, não se pode esquecer que o UX Writer é um tipo de redator.

Então escrever muito bem é uma das principais habilidades, mas esse profissional precisa ir além, porque também é expert em experiência do usuário. 

  • Entender de usabilidade e estudar o comportamento de navegação dos usuários  (como o próprio UX deixa claro no nome da profissão)
  • Ter conhecimento de UI (User Interface)
  • Analisar dados de pesquisas (ou realizá-las dependendo do caso)
  • Conhecer profundamente as buyers personas do negócio
  • Colocar em prática o tom de voz da marca e documentá-lo
  • Saber como o UX Design é importante para seu trabalho
  • Entender muito bem sobre o mercado e principalmente o negócio da empresa que atua
  • Noções de SEO também são muito bem-vindas 
  • Noções de Psicologia do Consumidor  

Entre outras habilidades de acordo com as necessidades da empresa. Isso tudo porque a escrita UX é o que guia os usuários nas páginas (com o intuito de ajudá-los e motivá-los a realizar ações e conversões) de maneira natural e com o tom de voz da marca.   

Então o que faz um Redator UX?

  • Cria textos concisos, objetivos, diretos e persuasivos com a finalidade de melhorar a experiência do usuário. Ou seja, quando o trabalho é bem feito ajuda até no tempo de permanência nas páginas por causa da fácil navegação com conteúdo útil que deixa a interface ainda mais intuitiva. 
  • Trabalha em parceria com o UX Designer (que planeja a parte gráfica e de arquitetura da informação enquanto o UX Writer cria conteúdo de página para guiar usuários) e também entra em contato com vários outros setores como CS, Produto, SEO, Pesquisa, etc. 
  • Encontra as melhores formas para orientar usuários na navegação e na realização de ações planejadas pela empresa. 
  • Usa tom de voz da marca nos sites institucionais, lojas virtuais ou aplicativos. O que ainda contribui com o Branding, além de melhorar a experiência do usuário.
  • Toma decisões com base em dados de interação e navegação dos usuários nas páginas ou apps 
  • Atua como interseção entre o que o usuário precisa (conteúdo útil e agradável) e as estratégias do negócio (já que o resultado de seu trabalho promove na prática o alinhamento entre ambos)
  • Produz conteúdo com base em personas de storytelling a microcopys (microtextos em sites, lojas virtuais ou aplicativos)

Quanto ganha um UX Writer

Segundo o Love Mondays, um Redator UX recebe, em média, R$ 2.950. Mas, esse valor pode chegar até R$ 3.700 sendo que em início de carreira costuma ser R$ 2.200.

Porém, vale lembrar que essas remunerações podem variar de acordo com a região de trabalho e habilidades e experiências adquiridas pelo profissional.  

Quer saber mais sobre o mercado de Marketing Digital? Continue acompanhando o Marketagem. Assine nossa newsletter e receba as novidades do blog em seu e-mail!   

Anna Cecília

Redatora web do Marketagem

Receba conteúdos exclusivos sobre Marketing Digital em seu e-mail!

Previous Post

Qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de conteúdo?

Next Post

Mentoria, curso presencial e consultoria: entenda o que é cada um

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Scroll to top